O seu lugar para falar asneiras e discutir assuntos variados
  • 1
  • 2028
  • 2029
  • 2030
  • 2031
  • 2032
  • 2033

 .Kiko.
  •  18338 posts
  •  13/10/2017, 10:06
     

    Avatar do usuário

    Cármen Lúcia. :lolsuper: :facepalm:

     Lakitus
  •  24644 posts
  •  13/10/2017, 10:07
     

    Avatar do usuário



    Se liguem no carinho da torcida

     Kar
  •  22520 posts
  •  13/10/2017, 10:26
     

    Avatar do usuário

    Bons comentários! :lol:

     JLucasRJ
  •  13897 posts
  •  14/10/2017, 16:40
     

    Avatar do usuário

    A corrupção de farda: militares desviam dinheiro público como civis
    Investigações obtidas por ÉPOCA mostram que militares desviam recursos públicos, fraudam licitações, pedem e recebem propina. Basta terem oportunidade e não temerem punição
    Imagem
    Entre maio de 2009 e março de 2010, a conta-corrente do coronel do Exército Odilson Riquelme, no Banco do Brasil, recebeu dois cheques no valor total de R$ 37.373. Os depósitos se repetiram nos meses seguintes. Os cheques foram emitidos pela empresa Sequipe, prestadora de serviços de quimioterapia ao Hospital Militar de Área de Recife (HMAR), onde Riquelme cuidava dos contratos. Os valores equivaliam a 10% dos pagamentos feitos à Sequipe pelos contratos com o hospital. Os investigadores do Ministério Público Militar (MPM) descobriram o esquema após denúncia de um ex-funcionário. Confirmou-se que o dinheiro – R$ 205 mil no total – havia sido pedido à empresa pelo então diretor do HMAR, coronel Francisco Monteiro. Ele alegou que seriam “doações” para o hospital. Mas cheques obtidos pelos investigadores mostraram que o dinheiro acabou em contas-correntes dos militares e de pessoas ligadas a eles, não no caixa do hospital.

    O caso do coronel Riquelme está longe de ser uma exceção nas Forças Armadas Brasileiras. Embora persista o mito de que os militares são mais honestos do que os civis no trato com a coisa pública, não há evidência empírica disso. Tanto militares quanto civis desviam recursos públicos, fraudam licitações, pedem e recebem propina. Não há estudos que indiquem qualquer distinção entre a escala de corrupção nos mundos civil e militar. Pelas teorias mais recentes na literatura sobre corrupção, duas coisas, em especial, tendem a aumentar as chances de tunga aos cofres públicos: oportunidades para roubar e a percepção de que não haverá punição. Ambas existem, no Brasil, entre militares e civis. Estes não são especialmente desonestos. Aqueles não são especialmente probos.

    Registros da Procuradoria-Geral de Justiça Militar, obtidos com exclusividade por ÉPOCA, expõem os abusos com dinheiro público nas Forças Armadas. São 255 processos pelo crime de peculato (desvio de dinheiro público em proveito próprio) e 60 por corrupção ativa ou passiva – todos abertos nos últimos cinco anos. Sim, também há corrupção no Exército, na Marinha e na Aeronáutica. O material foi remetido ao Tribunal de Contas da União (TCU); investigadores da Corte estão destrinchando irregularidades encontradas nas três Forças, com prejuízos milionários aos cofres públicos. Os casos restringem-se a danos ao Erário superiores a R$ 100 mil. ÉPOCA teve acesso à documentação do processo sigiloso do TCU e traça nesta reportagem um panorama de casos detalhados envolvendo militares.

    O valor estimado de prejuízo aos cofres públicos nesses principais casos é de R$ 30 milhões, mas, a depender do avançar das investigações, pode se revelar maior. O levantamento não inclui processos contra militares ajuizados na Justiça comum – os casos da Justiça Militar são de crimes que provocam prejuízo apenas às Forças Armadas. Num país acostumado a flagrantes de malas de dinheiro rodando com políticos e desvios na casa de bilhões na Petrobras, parece mixaria. Esses R$ 30 milhões são pouco mais que a metade da fortuna encontrada no apartamento associado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, apenas um entre mais de uma centena de investigados pela Operação Lava Jato. São valores bem mais modestos ainda que os registrados no sistema de propina da Odebrecht, como os R$ 300 milhões que a empresa afirma ter destinado ao PT para ajudar os planos do ex-presidente Lula. Mas é uma questão de escala. Os militares administram um orçamento anual de R$ 86 bilhões, quase tudo atrelado a salários e pensões; apenas R$ 7 bilhões são gastos ou investimentos e estão, portanto, sujeitos a desvios como esses investigados. Militares não têm acesso aos maiores cofres do governo federal, não fazem campanha eleitoral e não têm conexões no Congresso para aprovar leis. Ou seja, têm menos oportunidades de fazer negociatas.

    Embora os casos não apontem um cenário de corrupção institucionalizada e generalizada, os processos trincam o argumento recentemente vociferado por apoiadores de uma estapafúrdia intervenção militar como solução para a crise atual, como defendido recentemente pelo general do Exército Antonio Hamilton Martins Mourão. Confortável, usando um uniforme repleto de medalhas no peito diante de uma plateia dócil em uma loja maçônica de Brasília, em 15 de setembro o general acenou com a possibilidade de intervenção militar para extirpar os corruptos da vida pública. “Ou as instituições solucionam o problema político, ou pela ação do Judiciário, retirando da vida pública esses elementos envolvidos em todos os ilícitos, ou então nós teremos de impor isso”, disse Mourão. Seu discurso foi defendido pelo deputado federal, ex-militar e presidenciável Jair Bolsonaro, do PSC do Rio de Janeiro. O deputado Cabo Daciolo, do Avante-RJ, gravou um vídeo afirmando viver uma “falsa democracia”. “Não estamos pedindo uma ditadura militar, estamos falando de um governo provisório: tira os corruptos, os bandidos.”

    Ouvidas as palavras do general Mourão na maçonaria e de seus apoiadores, soa irônico que até a Lava Jato tenha pilhado militares em casos de corrupção. O vice-almirante da Marinha Othon Pinheiro da Silva, que comandou a estatal Eletronuclear, foi condenado a 43 anos de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e organização criminosa nas obras da usina nuclear de Angra 3, acusado de receber R$ 4,5 milhões de propina. Sua defesa diz que os pagamentos eram por uma consultoria feita às empreiteiras antes de assumir a Eletronuclear. Segundo o TCU, existem indícios de que as Forças Armadas não tomam as providências necessárias para recompor o prejuízo aos cofres públicos causados pela corrupção em suas fileiras. “Foi constatado que havia casos em que o Exército deveria ter instaurado a tomada de contas especial para apurar os fatos, e não o fez”, afirma o tribunal. Em março deste ano, o TCU abriu um processo para apurar “possíveis irregularidades relacionadas com a não instauração de tomadas de contas especiais para apurar dano ao Erário” e deu prazo de 180 dias para que o Comando do Exército apure o prejuízo causado pelos problemas na gestão do Hospital Militar de Área de Recife e em possíveis irregularidades em obras do Instituto Militar de Engenharia.
    http://epoca.globo.com/brasil/noticia/2 ... civis.html

     Botafogo
  •  1390 posts
  •  14/10/2017, 16:48
     

    Avatar do usuário

    Acho injusto atacarem esses caras aí da globo news
    O programa deles "que mundo é esse?" é a única coisa que presta no canal decadente

    Esse sobre fake news foi bem legal, foram até a Macedônia, tem uns sobre a Russia muito bons também e outro sobre familias com armas na Lousiana bom também

     Mota Offspring
  •  43341 posts
  •  14/10/2017, 17:21
     

    Avatar do usuário

    nossa, militares são tão corruptos quanto os civis e desviam dinheiro público :queixo: :queixo: :queixo: :queixo: :queixo: :queixo:

    QUALQUER setor publico brasileiro tem desvio, não existe exceção

     Mucamo
  •  12782 posts
  •  14/10/2017, 17:30
     

    Avatar do usuário

    Amigo meu o irmão dele de formou na AMAN. É oficial do exército. Nem sei onde tá agora.

    E ele sempre enchia a boca para dizer que entre os militares não há corrupção. Mesmo já tendo saído outras reportagens, inclusive na Veja, sobre.

    Brasil, pais de ladrão.

     Introspectivo
  •  19947 posts
  •  14/10/2017, 19:32
     

    Botafogo escreveu: Acho injusto atacarem esses caras aí da globo news
    O programa deles "que mundo é esse?" é a única coisa que presta no canal decadente

    Esse sobre fake news foi bem legal, foram até a Macedônia, tem uns sobre a Russia muito bons também e outro sobre familias com armas na Lousiana bom também
    Vi um pedaço desse sobre as armas, a familia de caipiras que eles pegaram era o esteriótipo cuspido e escarrado do redneck que eu aprendi com hollywood :lol:

     UltraRS
  •  744 posts
  •  15/10/2017, 01:14
     

    Avatar do usuário

     Mota Offspring
  •  43341 posts
  •  15/10/2017, 04:43
     

    Avatar do usuário

    seria uma merda igual

    só que pagando mais imposto pra vagabundo

     Rlim
  •  3102 posts
  •  15/10/2017, 05:44
     

    Avatar do usuário

    Agora não adianta mais.

    Mas eu fico pensando o que teria sido do Brasil se tivessemos mantido a Monarquia. O que poderiamos ter feito com um sistema politico muito mais estável, como geralmente é caracteristica desse tipo de estado. Sem revoluções, golpes, ou grandes rupturas pra atrapalhar.

    Imaginem bons governos a nível economico mantendo politicas razoáveis ao longo de décadas. Como poderíamos estar agora.

     Tangamandapio
  •  7339 posts
  •  15/10/2017, 05:49
     

    Avatar do usuário

    Mota Offspring escreveu: seria uma merda igual

    só que pagando mais imposto pra vagabundo
    Não sabia que Lula, Dilma e Temer trabalhavam de graça

     Mucamo
  •  12782 posts
  •  15/10/2017, 07:41
     

    Avatar do usuário

    Rlim escreveu: Agora não adianta mais.

    Mas eu fico pensando o que teria sido do Brasil se tivessemos mantido a Monarquia. O que poderiamos ter feito com um sistema politico muito mais estável, como geralmente é caracteristica desse tipo de estado. Sem revoluções, golpes, ou grandes rupturas pra atrapalhar.

    Imaginem bons governos a nível economico mantendo politicas razoáveis ao longo de décadas. Como poderíamos estar agora.
    Sonha que monarquia é assim estável e bons governos. Esse bons governos veio da tua cabeça baseado em que?

    Pq a história da monarquia é feita de governos que só ferrava o povo. Sem uma revolução ou pressão que fez com que a monarquia fosse contida, como é HOJE nos países, seria uma merda ainda pior.

    E é bem otimista achar que se houvesse ainda a monarquia no Brasil bosta ela teria sido contida por alguma revolução.

     Mucamo
  •  12782 posts
  •  15/10/2017, 07:45
     

    Avatar do usuário

    Se HOJE, que nem monarquia existe, um RESTO ESCROTO da família real recolhe altos impostos lá em Petrópolis. 2.5% da venda de imóveis, chamado Laudêmio.

    Tentaram acabar e eles dizendo que era legítimo. Isso em 2017. Por ano recolheram mais de 4 milhões como mostra levantamentos.

    Imagina essa galerinha no poder. Aham acredito sim que seria bom.

    Agora se você for se referir ao homem Dom Pedro II que era um cara fora de sério. Ele tinha futuro. Sucessão dele não posso dizer o mesmo.

     Texugo
  •  13146 posts
  •  15/10/2017, 08:13
     

    Avatar do usuário

    Mucamo escreveu:Se HOJE, que nem monarquia existe, um RESTO ESCROTO da família real recolhe altos impostos lá em Petrópolis. 2.5% da venda de imóveis, chamado Laudêmio.

    Tentaram acabar e eles dizendo que era legítimo. Isso em 2017. Por ano recolheram mais de 4 milhões como mostra levantamentos.

    Imagina essa galerinha no poder. Aham acredito sim que seria bom.

    Agora se você for se referir ao homem Dom Pedro II que era um cara fora de sério. Ele tinha futuro. Sucessão dele não posso dizer o mesmo.
    Li sobre esse laudêmio, a história. Não vi nada de errado, para parar de cobrar, então teria que devolver os terrenos aos donos, os herdeiros atuais.

    Burro é quem compra, pois sabe que existe isso aí.

    Enviado de meu XT1635-02 usando Tapatalk


     itchy
  •  19617 posts
  •  15/10/2017, 14:16
     

    Avatar do usuário

    Não sei se é o tópico mais adequado, mas de qualquer forma fica o exemplo de como essas figuras não são a verdadeira representação da esquerda. São apenas pessoas que lutam por direitos da minoria que pertencem sem em nenhum momento se importar com a causa trabalhista e a luta de classes, que são as verdadeiras bandeiras da esquerda.

    Esse Gregório por exemplo, na entrevista, fala que a URSS não era de esquerda pq era uma ditadura e que venera a liberdade dos EUA.

    Quando vcs falarem mal da esquerda, não confundam com com essa esquerda PSOL. Gays, negros, feminismo, não são as bandeiras da esquerda. São apenas consequência de uma luta por uma sociedade menos desigual. Só coloca essas bandeiras a frente, quem não tem compromisso com nada.

    Link pra entrevista:

    http://brasil.estadao.com.br/blogs/inco ... do-futuro/

    O que você se considera?

    Me considero completamente sensato, a voz do bom senso, em primeiro lugar. Queria muito que o Brasil fosse mais liberal hoje em dia, essa palavra que é palavrão para a esquerda. Acho lindo ser liberal no sentido americano, onde a liberdade é venerada como um bem supremo inegociável. Millôr (Fernandes) e Nelson (Rodrigues), ganharam fama de reacionários, o próprio Nelson abraçou este termo, mas quando você vai lê-lo percebe que ele não negociava com a liberdade. Já os liberais brasileiros não são nada liberais, querem se meter em tudo, na moral, na roupa, nos costumes, nas exposições de arte.

    Tendo a usar a definição de esquerda do (Gilles) Deleuze. Para ele não existe governo de esquerda, ele é contra qualquer tipo de totalitarismo, coloca-se a favor da horizontalização. Não acho que a URSS era de esquerda. O problema da esquerda daqui é o flerte com Venezuela, Cuba, lugares onde a conservação do poder está na mão das mesmas pessoas, onde se criou uma elite.

     Mota Offspring
  •  43341 posts
  •  15/10/2017, 16:55
     

    Avatar do usuário

    Tangamandapio escreveu:
    Mota Offspring escreveu: seria uma merda igual

    só que pagando mais imposto pra vagabundo
    Não sabia que Lula, Dilma e Temer trabalhavam de graça
    como se os cargos deles fossem deixar de existir

    se virasse uma monarquia parlamentarista você teria primeiro ministro que teria salário de presidente igualzinho

    unica diferença é que ao invés de só petrópolis o brasil inteiro ia ter que pagar imposto pra familia real

     Mota Offspring
  •  43341 posts
  •  15/10/2017, 17:25
     

    Avatar do usuário

    gregorio não acha que a URSS era de esquerda porque pra ele esquerda = bem e direita = mau, ele acha que esquerda é incapaz de produzir uma ditadura totalitarista

    quando na verdade os dois polos são capazes, tanto que quando o fazem eles diferem muito pouco

    gosto de pensar no espectro político como um circulo, onde os dois extremos se encontram e se tornam iguais

     queito
  •  7211 posts
  •  16/10/2017, 10:24
     

    Avatar do usuário

     Mucamo
  •  12782 posts
  •  16/10/2017, 15:17
     

    Avatar do usuário

    Eita musica do caramba
    • 1
    • 2028
    • 2029
    • 2030
    • 2031
    • 2032
    • 2033

    MENSAGENS RECENTES

    Caralho, quanta incerteza da sexualidade de vcs.[…]

    Caiu o Levir sculpi

    Modesto não tem comando nenhum. Que pres[…]



    O melhor conteúdo: seguro, estável e de fácil manutenção, desde 2012