O seu lugar para falar asneiras e discutir assuntos variados
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 26

 Flicerium
  •  6844 posts
  •  

    Avatar do usuário



    Mais manjados de lado, meu top 10:

    1. O primeiro Roast da TV brasileira
    2. Tributo a Alborghetti
    3. Tributo a Paulo Maluf, a estrela dos debates
    4. Dany Boy e a inocência do Sabadão
    5. Top 10 - Maluf na TV Brasil
    6. Enfiaram a câmera no olho do Luxemburgo
    7. Alexandre Frota virou V...
    8. Fernando Collor rasga jornal durante entrevista
    9. Paulo Henrique Amorim, o caçador do PIG, era feliz funcionário da Globo
    10. Gugu apresentou horário eleitoral
    Editado pela última vez por Flicerium em 01/05/2015, 16:34, em um total de 3 vezes.

     Barata
  •  3747 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Alborghetti mito, ao som de Guns ainda

    AH LUCIANA VÁ PRO INFERNO :lol:

     aqui na cidade de borussia
  •  17980 posts
  •  

    TRIPA_SECA escreveu: ESSE VIDEO DO DANY BOY :lolsuper:
    Danny Boy posou pra G Magazine

    hoje deve estar morando em algum cortiço de SP

     helex
  •  20132 posts
  •  

    Avatar do usuário

    nem rasgou, só amassou :?

     Farofas
  •  173416 posts
  •  

    Avatar do usuário

    tem 5 vídeos que eu sempre procurei na internet e nunca consegui achar.

    se alguém puder me ajudar, terá minha eterna gratidão:

    1- Boa Noite Brasil de 05/06/03, programa especial sobre cards game onde o apresentador Gilberto Barros massacrou o desenho Yu Gi Oh chamando de "coisa do capeta"

    2- Edição especial do Cidade Alerta apresentada por Milton Neves

    3- Capitulo de Laços de Família de 16/11/00 no qual a personagem Camila tem um pesadelo representado numa cena de horror que foi ao ar sem cortes

    4- Qualquer trecho do programa Enquanto a Bola não Rola da Rádio Globo, que tenha ido ao ar entre 2002 e 2007, período no qual era apresentado pelo radialista Ronaldo de Castro, tio de Lúcio.

    5- Momento em que o primeiro plantão do 11 de setembro entrou no ar na Rede Globo, horário que segundo diz a lenda estava sendo exibido o desenho DBZ
    Editado pela última vez por Farofas em 11/09/2014, 12:32, em um total de 1 vez.

     itchy
  •  20278 posts
  •  

    Avatar do usuário

    O plantão do 11/09 eu tenho na memória. Pedro 2 tava de greve eu acordei só pra ver o DBZ e tava lá o tãtãtã

     Excel Rose
  •  27073 posts
  •  

    Avatar do usuário

    sempre achei que fosse lenda essa história de interromperem dbz, pq eu tava na fila do banco quando vi a cena na tv, acho que ainda tava cedo pra passar dragon ball


    mas tem mais de 10 anos essa porra, n vou lembrar direito

     TRIPA_SECA
  •  45225 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Farofas escreveu: tem 5 vídeos que eu sempre procurei na internet e nunca consegui achar.

    se alguém puder me ajudar, terá minha eterna gratidão:

    1- Boa Noite Brasil de 05/06/04, programa especial sobre cards game onde o apresentador Gilberto Barros massacrou o desenho Yu Gi Oh chamando de "coisa do capeta"

    2- Edição especial do Cidade Alerta apresentada por Milton Neves

    3- Capitulo de Laços de Família de 16/11/00 no qual a personagem Camila tem um pesadelo representado numa cena de horror que foi ao ar sem cortes

    4- Qualquer trecho do programa Enquanto a Bola não Rola da Rádio Globo, que tenha ido ao ar entre 2002 e 2007, período no qual era apresentado pelo radialista Ronaldo de Castro, tio de Lúcio.

    5- Momento em que o primeiro plantão do 11 de setembro entrou no ar na Rede Globo, horário que segundo diz a lenda estava sendo exibido o desenho DBZ
    boa lista.. já to até tentando ajudar aqui :feliz2:

    Imagem

    quero muito ver isso :chorar4: :chorar4:

     pwn~
  •  17393 posts
  •  

    Excel Rose escreveu: sempre achei que fosse lenda essa história de interromperem dbz, pq eu tava na fila do banco quando vi a cena na tv, acho que ainda tava cedo pra passar dragon ball


    mas tem mais de 10 anos essa porra, n vou lembrar direito
    Eu tinha sido dispensado da escola no dia pq a professora de educação artística faltou nas duas últimas aulas.

    Dragon Ball Z, na época, era o último desenho do dia, começava as 11 e meia e acaba meio dia, depois já começava o jornal. Antes passava power rangers daí depois vinha o DBZ.

    Cheguei em casa antes das 11 felizão pq ia assistir o DBZ no sossego do lar e JÁ ESTAVA passando o plantão da globo. Ou seja, nem foi exibido naquele dia.
    Gentleman  isso

     Excel Rose
  •  27073 posts
  •  

    Avatar do usuário

    pwn~ escreveu:
    Excel Rose escreveu: sempre achei que fosse lenda essa história de interromperem dbz, pq eu tava na fila do banco quando vi a cena na tv, acho que ainda tava cedo pra passar dragon ball


    mas tem mais de 10 anos essa porra, n vou lembrar direito
    Eu tinha sido dispensado da escola no dia pq a professora de educação artística faltou nas duas últimas aulas.

    Dragon Ball Z, na época, era o último desenho do dia, começava as 11 e meia e acaba meio dia, depois já começava o jornal. Antes passava power rangers daí depois vinha o DBZ.

    Cheguei em casa antes das 11 felizão pq ia assistir o DBZ no sossego do lar e JÁ ESTAVA passando o plantão da globo. Ou seja, nem foi exibido naquele dia.
    é a impressão que eu tenho tbm, eu tinha sido dispensado da escola por causa do assassinato do prefeito, cheguei em casa e me mandaram direto pro banco

    nem fodendo que tava passando dbz aquela hora

     Farofas
  •  173416 posts
  •  

    Avatar do usuário

    o plantão entrou no ar entre 9 e 10 da manhã.

    e os desenhos japoneses eram sempre exibidos por ultimo na tv globinho (depois das 11h)
    Gentleman  isso

     V-Brake
  •  39759 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Farofas escreveu: tem 5 vídeos que eu sempre procurei na internet e nunca consegui achar.

    se alguém puder me ajudar, terá minha eterna gratidão:

    1- Boa Noite Brasil de 05/06/04, programa especial sobre cards game onde o apresentador Gilberto Barros massacrou o desenho Yu Gi Oh chamando de "coisa do capeta"
    Eu vi o programa do Gilberto Barros ao vivo, inclusive tava na internet comentando.

    Foi muito engraçado, fizeram uma reportagem entrevistando crianças, aí dps o GB berrando q era coisa do capeta, ñ sei oq
    Épico demais :lol:

     Farofas
  •  173416 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Depois dos RPGs (em sua eterna luta contra a mídia), Pokémon, Magic, entre outros, chegou à vez de Yu-Gi-Oh se tornar o alvo da mídia. Desde o começo da semana o card game vem sendo alvo das criticas do programa do apresentador e comunicador Gilberto Barros, o famoso Leão das rádios brasileiras. Segundo o comunicador, Yu-Gi-Oh seria um jogo demoníaco, que incita a violência e o satanismo nas crianças do Brasil. Porém, nesta quinta feira, a situação se inverteu, em um programa totalmente voltado ao tema. Além do apresentador, compareceram ao palco de seu programa diário "Boa Noite Brasil", exibido pela Rede Bandeirantes logo após a novela (da emissora concorrente, a Globo), quatro outros participantes, que colaboraram com o desenvolvimento do programa. Assim, tivemos a presença de Alexandre Farias Torres, um teólogo, Fernando Tavares Lima, um psicólogo, Motaury Sioquete, um juiz da Vara de Infância e Juventude e por fim Luciano Santos, um organizador de eventos e torneios de card games, velho conhecido dos duelistas.

    Desde o início do programa, tivemos uma clara demonstração de ignorância por parte do apresentador sobre ao assunto, pelo fato de apesar do enfoque do programa ser Yu-Gi-Oh, o Leão apresentar cartas de Magic como tais. Porém, as únicas cartas que eram exibidas eram as cartas negras de ambos os card games, como a "Rede de Almas", do Magic, e o "Mystic Clown", do Yu-Gi-Oh. O programa inteiro foi voltado a se falar (mal) do card game, e não se pouparam esforços: telefonemas filtrados de mães que estavam horrorizadas com as atitudes dos filhos, culpando o card game por tudo que estava acontecendo, uma enquête por telefone perguntando se você era a favor ou contra, além da simples presença do teólogo Alexandre, que estava ali com o único propósito de atacar os jogos. Porém, o Luciano mandou bem e conseguiu mostrar ao público o outro lado dos card games. Além disso, o psicólogo Fernando Tavares ajudou em muito em defender os card games, dizendo que não se pode colocar a culpa dos atos dos filhos em um simples card game, mas em como ele é passado para as crianças, ou seja, em como os pais educam seus filhos para esse tipo de coisa. O interessante foi o momento onde o psicólogo repudiou a ação de uma professora que havia ligado ao programa, que disse que havia proibido as cartas do card game em sua sala de aula e tomava as cartas dos alunos que entrassem na sala de aula com elas. Além disso, uma diretora de um colégio compareceu ao programa com seus dois filhos, mostrando suas atitudes como diretora, que pediu para que os alunos não mais levassem as cartas para não lhes atrapalhar o estudo, e como mãe, que permitia que seus filhos jogassem e se divirtam com o card game. No final das contas, o programa serviu para demonstrar o quanto o card game pode ser bom e educativo, se usado da maneira correta e por uma faixa etária correta. Com as boas argumentações do Luciano, os conselhos racionais que o psicólogo dava, a voz firme e decidida do juiz da Vara da Infância e Juventude e a repentina mudança de opinião do Gilberto Barros, que aos certo momento parou um pouco com o sensacionalismo e deu lugar para um programa mais democrático, o nome do card game foi absolvido perante o Brasil inteiro, que assistia ao programa atentamente. Excluindo-se os momentos de sensacionalismo barato e os momentos onde o teólogo ousou abrir a boca para seus comentários fúteis e cujo único propósito era atrair má fama ao card game, o programa não foi de todo ruim.

    Porém, foi fechado com "chave de ouro", com o Leão apresentando uma cena de um desenho japonês onde "o filho aprendia a matar seu próprio pai". Na verdade, a cena do filme de Dragon Ball Z onde Gohan, transformando em Oozaru, esmagava Goku com as mãos, enquanto Tales dizia algumas frases como: "Esmague-o como uma barata!". Porém, o final do filme, onde o bem prevaleceu e Goku derrotou Tales usando o poder da união de todos os terráqueos não foi mostrado. Além disso, exclua-se o fato de que Dragon Ball Z já foi uma das principais atrações do canal. Mais uma vez a mídia prova que o a luta pelo ibope, o sensacionalismo e a ignorância andam juntos, de mãos dadas, sem se importar com o conteúdo cultural passado pelos programas. Para aqueles que cultuavam a Bandeirantes pelos seus bons tempos de Band Kids, acho que restou agora a decepção.
    Semana passada, no programa Boa Noite Brasil, o apresentador Gilberto Barros, o Leão, disse que as cartas de Yu-Gi-Oh! Eram coisa do demônio!
    Esse fato atraiu a atenção do site da Herói, que publicou algo a respeito. Logo, esse assunto estava rolando em vários lugares, inclusive num fórum que eu freqüento! Eu lancei a seguinte mensagem - Gilberto Barros diz que YU-GI-OH! é coisa do demônio!
    Foi o suficiente para mais de vinte pessoas postarem sua opinião em apenas quatro dias!
    Como não havia visto o programa, não podia ter uma idéia da extensão do caso. Na quinta-feira(5/6), o programa debateu novamente o assunto, mas desta vez com Alexandre Farias Torres, um teólogo, Fernando Tavares Lima, um psicólogo, Motaury Sioquete, um juiz da Vara de Infância e Juventude e por fim Luciano Santos, um organizador de eventos e torneios de card games, velho conhecido dos duelistas.
    Em princípio, o programa estava quente, pois o Leão continuava a acusar os cards do Yu-Gi de coisas do demônio, e mostrava várias cartas de Magic também!(alias, bem loucas) Com o desenrolar do programa o teólogo acusava as cartas(cards) de ensinarem os mandamentos do satanismo, e da Magia Negra! Inacreditável....

    O trecho abaixo foi escrito pelo Shurato, do Fórum:

    "Gilberto Barros falando... EXISTEM CRIANÇAS DE 2 ANOS E MEIO FISSURADAS NESSAS CARTAS DO DEMÔNIO !!! ISSO É INADMISSÍVEL !!! <Crianças dessa idade mal conseguem andar e falar direito, imagina manipula essas cartas...>
    Gilberto Barros questiona... eu sempre fui educado com bases na teologia de deus... mas isso aqui NÃO É DEUS !!! ISSO É COISA DO DEMO !!! (Apontando para um monte de tinta que forma uma figura de um monstro)... <Se acha mesmo que eles iam vende cartas evangélicas?>
    "ESPECIALISTA" questiona regras do jogo sobre a destruição do inimigo sobre algum ato em tal posição e outras regras banais atribuindo-as com relação a regras satânicas e morte.
    "MÃE" liga para programa informando que filho catava a grana da mãe pra compra cards... <tá... isso só acontece no Brasil por causa do anime, se não fosse por isso o país ia se o paraíso)"

    Mais um trecho agora que eu postei, que eles falaram:

    "Gilberto Barros diz que só vem porcaria do exterior! E o Brasil tem capacidade para fazer cards(cartas como ele dizia ou figurinhas) só que mais educativos! Como por exemplo, vc assume um papel que te que derrotar os madeireiros da amazônia, para defender as arvores!(pode?)
    O Gilberto Barros dizia que era coisa do demônio, tds(menos o organizador de eventos presente) concordavam... mas mais no final, só o palhaço do Teólogo dizia *... que era realmente coisa do demônio!-Ele foi quebrado várias vezes....
    Segundo o teólogo, o jogo Magic, ensina Magia Negra! Aonde que diz isso? Bom... quando eles falaram do caso da criança com a faca, acho que se ela realmente estivesse com a faca na mão, será que na outra mão ela estava com os cards do Yu-Gi? Po meu, a criança tem sérios problemas, e os pais põem a culpa nos cards, que eles mesmo compram(ou não, mas eles são os responsáveis.)
    Não quero jogar a culpa apenas para os pais, concordo que tem crianças(e adultos) que exageram com isso! O leão não tem nada que impor que os card games são coisa do demo!
    Ele disse que isso é ilegal, e que não era permitida a entrada disso no pais(?) nada a ver..... saca, posso dizer que pelo menos setenta por cento da população brasileira não tem grana pra comprar Magic e bem menos Yu-Gi-Oh original! Então, como pode ser tão praga essa história de Magic? ou sei lá oq?
    O promotor da vara da infância e da juventude, que estava presente disse td: censurar! Mas não proibir! O pais não tem esse direito, é inconstitucional! esta na lei Coloca lá nas caixas uma idade e já era! Ninguém fala mais nada! E com isso, iria mostrar que os pais que compram os cards para os filhos que são menores do que a idade permitida!"

    Enfim, várias 'igrejas' estão fazendo seus fieis queimarem os cards! Os pastores dessas religiões de vila(sem ofensa a ninguém, claro, cada um segue oq quer) estão dizendo para não deixarem seus filhos jogarem isso pois é coisa do demo! Que coisa, as pessoas não sabem diferenciar de opinião, se o cara fala lá na frente: botem fogo na suas casas para purifica-las é bem capaz que a galera toca fogo mesmo!
    O programa no seu final, mostrou que os pais tem grande parcela de culpa na história, e que o Gilberto Barros falou um monte de besteiras, que o Promotor de eventos quebrou ele várias vezes! Bom, tomara que isso acabe, pq ta queimando o filme de TDS os card games!

    Espero que as pessoas entendam, e distingam as coisas... E que esse gordo queime junto com as cartas!
    "Yu-Gi-Oh!" sob suspeita de provocar suicídios
    O governo chileno está convencido de que os suicídios de Patricio Mieres, de 11 anos, e Camilo Latrach, de 9, ocorridos em circunstâncias semelhantes num intervalo de 17 dias na província de Valparaíso, não têm relação com o desenho japonêsYu-Gi-Oh!, exibido naquele país pelos canais Mega e Nickelodeon. As duas crianças foram encontradas enforcadas e parentes e colegas de colégio disseram que elas tentaram imitar o desenho e o jogo de cartas dele derivado, em que personagens provocariam a própria morte para renascer com mais poderes.

    Para o psiquiatra Carlos Graf e a psicóloga infantil Olga Román, encarregados pelo Serviço de Saúde chileno de investigar os casos, ?não há indício? de que o enredo da animação nipônica tenha induzido os garotos. ?O jogo de cartas realmente fala em destruição e captação de poderes, mas são atributos dos personagens e não se dirigem às crianças que jogam?, afirmou Daniel Verdessi, diretor do Serviço de Saúde de Valparaíso-San Antonio.

    Há três semanas, a deputada Laura Soto pediu à Secretaria Geral de Governo que proibisse a veiculação do desenho no país. Patricio morreu asfixiado no banheiro em 23 de setembro. Na véspera, segundo seu pai, teria ficado exultante ao conseguir a ?carta do enforcado?. As famílias afirmam que os meninos pensavam no desenho o dia inteiro, mas vários profissionais de saúde do país dizem que, entre os 9 e os 12 anos, as crianças já têm plena consciência da ficção e que suicídios não são raros nessas idades. Fãs do desenho no país ficaram revoltados com a vinculação dos óbitos a Yu-Gi-Oh!.

    Alfonso Correa, psiquiatra infantil do Hospital Clínico da Universidade do Chile, disse ao Estado que ?até seria possível um jogo ou desenho tornar-se o estopim para um suicídio na faixa etária em questão, mas não sem condições pré-existentes. Ele citou a violência familiar, convivência com alcoólatras e depressão como fatores decisivos. O canal Nickelodeon, que exibe Yu-Gi-Oh! no Brasil, disse que a produtora 4 Kids Enterteinment ?negou a existência de qualquer personagem com as características atribuídas?. A TV Globo informou ter tirado o desenho do ar por conta de um rodízio de atrações na sua programação.

     user acima
  •  9492 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Esse plantão da globo no 11 de setembro se não me engano já vi...

    Goku tava apanhando do Majin Boo e de repende..."tã tã tã tã tã tã tã tã tã".. salvo pelo Bin Laden :emocao: :emocao: :emocao:
    • 1
    • 2
    • 3
    • 4
    • 5
    • 26

    MENSAGENS RECENTES

    https://twitter.com/porquetendencia/status/1318942[…]

    Aumento absurdo de produtividade: https://twitter[…]

    Todo esse textão e não zerou Quantum[…]

    Não sabia que o José Sand tava em at[…]



    O melhor conteúdo: seguro, estável e de fácil manutenção, desde 2012