O seu lugar para falar asneiras e discutir assuntos variados

  • 1
  • 332
  • 333
  • 334
  • 335
  • 336
  • 339

 itchy
  •  20273 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Acho que já disse aqui algumas vezes, mas um carro que eu teria facilmente seria um Etios daquele de 6 marchas.

    To pensando em fazer uma nova viagem longa pelo BR ano que vem e provavelmente passando por atoleiros no sul da Bahia e na dúvida se troco de carro. To entre um Corolla xei, um Civic, um Compass ou Renegade Diesel. Todos 2017.

    Compass o sonho de consumo, mas seguro mt caro,
    Civic tb curtiria, mas tb tem seguro caro e não é um carro alto.
    Renegade Diesel tem um valor um pouco mais alto que os outros, mas tem um excelente motor e desempenho. Problema é que no fundo não é um carro alto.
    Por fim, o Corolla parece a opção mais sensata. Preço quase 10 mil abaixo dos outros e seguro mais barato, além de se saber ter manutenção tb barata e desempenho bom. Só que vou sofrer pra colocar ele na terra.

     E2EK1EL
  •  13796 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Tive que pegar 1000km de estrada num Ford Ka Sedan e gostei bastante, não manjo muito de carro mas seria uma proxima opção de futura compra. Hoje tem um hb20 guerrero.

    Enviado de meu M2003J15SC usando o Tapatalk

    Mucamo  isso

     LL SCCP
  •  52015 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Acho o argo 1.3 um ótimo carro
    Por que seria furada?
    Bruceexx  isso

     Channer
  •  4572 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Será que porque é da FIAT?

     BenReyle
  •  4924 posts
  •  

    Avatar do usuário

    LEONARDO SCCP escreveu: Acho o argo 1.3 um ótimo carro
    Por que seria furada?
    A galera aqui não é muito fã de Fiat, queria saber se alguém sabia de alguma merda desse modelo que eu não tenha visto.

    Já tive um Punto e gostava dele pra caramba, então nem tenho esse preconceito com a marca.

     LL SCCP
  •  52015 posts
  •  

    Avatar do usuário



    Vi esse vídeo e depois dele eu fui muito com a cara do argo.

    Se bem que sou bastante influenciável.

    Mas assista o teste e alguns comentários técnicos que foram feitos do carro.

    Esse motor 1.3 é quase que perfeito
    BenReyle  isso

     Texugo
  •  14761 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Argo tinha que ter a opção de teto solar como no Punto (não dá para entender porque a Fiat abandonou, antes até Siena podia pedir com teto solar). E também falta cambio automático de verdade ou CVT com esse motor 1.3.

    Enviado de meu XT1635-02 usando o Tapatalk

    Bruceexx  isso

     Channer
  •  4572 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Tentei achar algum vídeo do ADG falando do Argo, mas não tem nada, só um de quando lançou o carro e ele dizia ser bem econômico.

     LL SCCP
  •  52015 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Gosto muito do interior
    Lembra um Mercedes
    Ele de noite com as luzes do painel, do volante e dos botões de ar :gamado:

     Keys
  •  18718 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Todos os vídeos que eu vi do Argo falam que o 1.3 e um motor melhor que o 1.8. A diferença de potência não é nada absurda e a economia do 1.3 e bem melhor.

    O exemplo disso que esse 1.8 vai morrer quando os turbos chegarem. O Argo deve ficar com o 1.3 e o 1.0 turbo

    Pra mim o que lasca a Fiat é a quantidade absurda de opcionais. Eles estão piores que a VW nisso. (Até a alemã tem enxugado esses pacotes)
    Bruceexx  isso

     Channer
  •  4572 posts
  •  

    Avatar do usuário

    RENAULT SANDERO E LOGAN DE NOVA GERAÇÃO SÃO REVELADOS; HATCH E SEDÃ PODEM TER MOTOR TURBO DE 100 CV
    Dupla recebe sua primeira renovação completa após 13 anos de mercado. Marca fala em terceira geração, mas há controvérsias

    Fonte: https://revistaautoesporte.globo.com/No ... 00-cv.html

    Imagem

    Impressão minha ou os carros de "entrada" de R$ 60k estão ficando todos parecidos.

     Keys
  •  18718 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Lembram os VW mesmo.

     Mucamo
  •  21708 posts
  •  

    Avatar do usuário

    E2EK1EL escreveu: Tive que pegar 1000km de estrada num Ford Ka Sedan e gostei bastante, não manjo muito de carro mas seria uma proxima opção de futura compra. Hoje tem um hb20 guerrero.

    Enviado de meu M2003J15SC usando o Tapatalk
    Ford Ka sonho demais. Sedan ainda mais. C ta louco. Melhor carro do Brasil no comparativo de categoria.
    E2EK1EL  isso

     Keys
  •  18718 posts
  •  

    Avatar do usuário

    “Renault deve se afastar de carros pequenos e baratos”, diz CEO da marca

    Fabricante irá reestruturar sua operação para voltar a lucrar e quer reposicionar marca com carros mais sofisticados

    Afetada pela pandemia, a Renault teve que pedir ajuda ao governo francês para sobreviver, ao mesmo tempo em que trabalha para consertar seu relacionamento com a Nissan. Para mudar o jogo, a fabricante anunciou um plano de reestruturação para suas quatro marcas, aproveitando a chegada de Luca De Meo, novo CEO da empresa, em um esforço para reduzir custos e voltar a lucrar.


    O ponto mais polêmico desta reestruturação veio de uma declaração dada por De Meo em entrevista ao site francês Le Point. O executivo disse que a Renault “tem que se afastar dos carros pequenos e baratos”, uma mudança de 180° em comparação à estratégia usada até o momento pelo ex-CEO Carlos Ghosn, que focava em um volume de produção mais alto para reduzir custos e lucrar com um número elevado de vendas.

    “O centro de gravidade da marca Renault tem que ser mais sofisticado” disse De Meo ao Le Point. Em outra entrevista, o executivo explicou um pouco melhor o pensamento por trás desta mudança, afirmando que a Renault “não pode ter 70% de seu volume nos carros pequenos”, afirmando que “é muito perigoso.” Atualmente a empresa está apoiada nas vendas de Clio e Captur na Europa, além de modelos mais simples em outros países, como Kwid e Duster.


    Isso significa que a veremos carros mais sofisticados da Renault, deixando o segmento de entrada para a Dacia na Europa. O reflexo disso pode ser uma mudança no Clio e no Captur europeu no futuro, além de um esforço maior para conseguir um espaço maior no segmento dos hatches e SUVs médios. Tanto o Mégane quanto o Kadjar tem tido problemas para conseguir uma posição de destaque em seus segmentos. O Mégane foi o oitavo carro mais vendido na categoria, enquanto o Kadjar foi o sétimo, em ambos os casos vendendo menos da metade dos líderes.

    Com a nova estratégia, a Dacia ficará com os carros baratos, já que trabalha com uma fórmula considerada bem-sucedida, com uma identidade forte e que tem dado lucro. A terceira marca da empresa será a Alpine, que continuará com um foco em esportivos e receberá um destaque maior por parte da Renault – a equipe da empresa na Fórmula 1 até será rebatizada no ano que vem como Alpine F1 Team.

    E como tudo isso irá afetar o Brasil? Por aqui, quase todos os modelos oferecidos atualmente pela Renault são baseados nos carros da Dacia. As exceções são o subcompacto Kwid e o Captur, que usa a plataforma do Duster (outro modelo Dacia), mas com uma identidade alinhada com a sua variante europeia. No caso, a Renault irá continuar com a estratégia atual, apoiando-se na produção de modelos com a plataforma CMF-B, que também será usada pela Nissan, como revelado anteriormente pela própria empresa.

    https://www.google.com/amp/s/motor1.uol ... ratos/amp/

    Eles deveriam logo usar o nome Dacia no Brasil.

     leonardo3567
  •  9646 posts
  •  

    Avatar do usuário

    primeiro começa pelo interior que até hoje é mega defasada comparado a pegeout e citroen

     Keys
  •  18718 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Novo Peugeot 208 é lançado partir de R$ 74.990: veja preços, versões e equipamentos

    A princípio, hatch terá apenas motor 1.6 e câmbio automático; versão elétrica pode ser encomendada

    A espera acabou. Para quem esperava o novo Peugeot 208 nas lojas em maio, conforme plano inicial da PSA antes da pandemia, a segunda geração do hatch francês enfim faz sua estreia no mercado brasileiro. E, como Motor1.com adiantou ao avaliar uma unidade pré-série na Argentina, país que ficará responsável pela produção do modelo "Mercosul", ele chega apenas com motor 1.6 e câmbio automático de 6 marchas, em quatro versões: Active, Active Pack, Allure e Griffe. Por sua vez, o 208 e-GT, variante 100% elétrica que virá da França, pode ser encomendada desde já, mas não teve preço divulgado e suas entregas só começarão no início de 2021.


    Primeiro modelo da PSA na América Latina a usar a plataforma modular CMP, o novo 208 se destaca pela tecnologia embarcada. Dispõe, por exemplo, de alerta de colisão com frenagem autônoma de emergência, assistente de manutenção de faixa (com alerta e intervenção no volante), leitor de placas de velocidade e farol alto automático, além de painel digital com efeito 3D, carregador de celular por indução e faróis full-LED. Desde a versão de entrada, já conta com DRL em LED no para-choque (que a Peugeot chama de "dente de sabre") e detalhes cromados no interior, como maçanetas e saídas de ar. Os preços, porém, são dos mais elevados do segmento: vão de R$ 74.990 a R$ 94.990 (sem contar a versão elétrica, que deverá superar os R$ 200 mil).


    Por fora, o novo 208 contraria a concorrência e praticamente mantém o porte do anterior. Cresceu apenas um pouco no comprimento (4,055 metros contra 3,975 m) e na largura (1,738 m contra 1,708 m), enquanto a altura foi reduzida (de 1,472 m para 1,453 m) e o entre-eixos perdeu alguns milímetros (2,538 m ante 2,541 m). O resultado é um espaço interno OK na dianteira, mas acanhado na parte traseira, especialmente para as pernas. Já o porta-malas encolheu de 285 para 265 litros, enquanto o tanque do combustível diminuiu de 55 para 47 litros.

    A nova plataforma, porém, garantiu que o 208 ficasse mais leve mesmo considerando todos os equipamentos que agrega na versão topo de linha Griffe, agora pesando 1.178 kg contra 1.200 kg do anterior. Rodas e pneus seguem como antes: aros 16" e 195/55, respectivamente.

    Por dentro, o novo 208 refinou o conceito i-Cockpit com um range maior de ajustes para o banco e coluna de direção, adaptando-se melhor a motoristas de alturas diversas. Continua com o esquema de enxergar o cluster por cima do (pequeno) volante, agora com direito a um visor com efeito 3D (a profundidade é dada por uma outra tela que reflete o painel) a partir da versão Allure. Já a central multimídia de 7" é basicamente a mesma do primo Citroën C4 Cactus, incluindo Apple CarPlay e Android Auto.

    Sob o capô, está o conhecido 1.6 EC5, que na última atualização passou a entregar 118 cv e 15,2 kgfm quando abastecido com etanol. Deu trabalho para engenharia local adaptá-lo ao cofre do novo 208, que originalmente foi projetado para receber somente motores menores (de 3 cilindros ou elétricos). O câmbio também foi mantido, é o Aisin automático de 6 marchas, porém com nova programação para trocas mais suaves. De acordo com a marca, o modelo acelera de 0 a 100 km/h em 12 segundos e tem velocidade máxima de 190 km/h.

    Já a versão elétrica conta com 136 cv e 26,5 kgfm para uma aceleração de 0 a 100 km/h em 8,1 segundos. A máxima, porém, fica nos 150 km/h, para preservar a carga da bateria. Em uso normal, a Peugeot indica autonomia de 340 km pelo método europeu. O modelo e-GT destaca-se também por alguns "extras" que foram suprimidos da versão "Mercosul", como alavanca de câmbio eletrônica e freio de estacionamento elétrico, entre outros itens exclusivos.


    Veja a seguir a oferta de versões, preços e equipamentos do novo 208:

    Active (R$ 74.990)
    DRL em LED no para-choque, rodas de liga aro 16", central multimídia de 7" com Apple CarPlay e Android Auto, revestimento do painel imitando fibra de carbono, cluster analógico com tela LCD para o computador de bordo, ar-condicionado digital, direção elétrica, controles de tração e estabilidade, 4 airbags (frontais e laterais).

    Active Pack (R$ 82.490)
    Active + teto cielo (panorâmico), ar-condicionado automático e câmera de ré.

    Allure (R$ 89.490)
    Active Pack + i-Cockpit 3D, carregador de celular por indução, painel com faixa soft-touch, bancos e volante revestidos de couro, ar-condicionado digital e automático, rodas aro 16" diamantadas, chave presencial e partida por botão, airbags do tipo cortina.

    Griffe (R$ 94.990)
    Allure + sensor de chuva, sensor de luz, sensor de estacionamento, acabamento interno em black piano, faróis Full-LED e Peugeot Driver Assist (alerta de colisão com frenagem automática de emergência, assistente de manutenção de faixa de rodagem, leitor de placas, farol alto automático e câmera traseira 180º).


    Com garantia de 3 anos, o novo 208 será vendido em cinco cores: Azul Quasar, Branco Banquise, Cinza Aluminium, Preto Perla Negra e Branco Nacré; já a versão e-GT será ofertada somente na cor amarela.


    Motor1.com já dirigiu as versões Griffe 1.6 e e-GT elétrica na pista do Haras Tuiuti, no interior de São Paulo, e trará a avaliação completa do novo 208 a partir das 0h do dia 10 (virada de quarta para quinta feira). Fique ligado!





    Ficha técnica: Peugeot 208 Griffe 2021
    MOTOR dianteiro, transversal, 4 cilindros, 16 válvulas, 1.587 cm3, comando variável na admissão, flex
    POTÊNCIA/TORQUE 115/118 cv a 5.750; 15,2 kgfm a 4.000 rpm
    TRANSMISSÃO câmbio automático de 6 marchas, tração dianteira
    SUSPENSÃO independente McPherson na dianteira, eixo de torção na traseira
    RODAS E PNEUS liga leve aro 16" com pneus 195/55 R16
    FREIOS discos ventilados na dianteira e tambores na traseira, com ABS e ESP
    PESO 1.178 kg em ordem de marcha
    DIMENSÕES comprimento 4.055 mm, largura 1.738 mm, altura 1.453 mm, entre-eixos 2.538 mm
    CAPACIDADES tanque 47 litros; porta-malas 265 litros
    PREÇO R$ 94.990

    Imagem
    Imagem
    Imagem
    Imagem
    https://motor1.uol.com.br/news/442886/n ... ipamentos/

     leonardo3567
  •  9646 posts
  •  

    Avatar do usuário

    que motor cansado ein
    • 1
    • 332
    • 333
    • 334
    • 335
    • 336
    • 339

    MENSAGENS RECENTES

    Time fracassado da porra!

    Carros

    https://hightorquestore.com.br/product-category/[…]

    Sim se você quiser uma bomba vazando ó[…]

    Uma pergunta que venho fazer aqui, com tantas VTub[…]



    O melhor conteúdo: seguro, estável e de fácil manutenção, desde 2012