O seu lugar para falar asneiras e discutir assuntos variados
  • 1
  • 279
  • 280
  • 281
  • 282
  • 283

 darksanitario
  •  3614 posts
  •  

    Eu assisti a uma dessas palestras que eles deram aqui no trabalho.
    Muito legal isso, até engraçado.

    Eles disseram que no esquema eles chegaram a ter 50-60 empregados com carteira assinada ( :lolsuper: ), pra ficar movimentando dinheiro de um lugar pra outro. Era tipo Wolf of Wall Street mesmo, eles pagavam bem os funcionários, bancavam happy hour em restaurantes caros, davam ajuda financeira pra resolver problemas pessoais. Os funcionários tinham os doleiros como heróis.

    E "nenhum" dos empregados entendia direito o que a empresa fazia. Eles vestiam o funcionário com roupas caras, colocavam eles em hotéis luxuosos com uma mala pra entregar pra quem se identificasse corretamente (executivos de empreiteiras, representantes de políticos ou civis querendo movimentar dinheiro sem o estado enxer o saco), só isso. Aí ficavam 2-3 dias aproveitando os serviços do hotel (piscina, comida), porque se ficassem no hotel apenas um dia alguém poderia achar suspeito.

    Disseram na palestra que até hoje os funcionários os procuram pra pedir emprego e dinheiro, aí eles tem que explicar que era tudo ilegal, que eles estão presos, que o esquema acabou, e que eles não têm condição de conseguir nenhum trabalho pra ninguém. Eu fiquei imaginando uma carta de recomendação assinada pelos doleiros :lolsuper:
    Mucamo escreveu:Estão em prisão domiciliar. Inclusive um deles ate corre na rua ao lado da sua casa porque lá ele pode ir.
    Um deles teve que interromper a palestra pra recarregar a tornozeleira eletrônica :lolsuper:
    Turin escreveu:Mas uma coisa que fiquei pensando é como o crime compensa né?
    Esses caras ganharam uma dinheirama absurda, num nível surreal, viveram uma puta vida, tranquila.
    Mesmo sendo pegos, vão ficar uns 2 ou 3 anos no máximo dos máximos preso (não sei se tao presos ainda ou não).
    Devolveram uma parte da grana mas obviamente ainda têm uma reserva absurda. Até banco eles tinham porra :lolsuper:

    Agora até aula dão pra polícia :lolsuper:
    Bela aposentadoria de malandro
    Sim. A vida deles agora é viajar o Brasil dando aula pra órgãos de controle e agentes do sistema financeiro. Quando terminar a cota de horas/aula acordadas com o MPF, eles vão achar um nicho pra dar consultoria ou capacitação.

    Disseram na palestra que quando o MPF lhes ofereceu o acordo, eles tinham centenas de milhares de USDs escondidos, que nenhum órgão de controle nunca ia achar esse dinheiro. Eles tinham duas opções: i) ficar com todo o dinheiro, passar 15-20 anos presos (o que não é tanto no Brasil, em uns 8 anos já deviam passar pro regime semi-aberto ou aberto), mas sair da cadeia ricos e com a vida garantida, mas continuar com a ficha suja por conta do dinheiro parado; ii) entregar todo o dinheiro pras autoridades, passar pouco tempo no semi-aberto ou aberto, ensinar pras autoridades como o esquema funcionou, e sair disso tudo com a ficha limpa.

    Foi dito que optaram pelo ii) pra poder passar tempo com a família ("Doleiro também tem família!"), que eles tinham filhos pequenos, queriam ver os filhos crescerem, todo mundo merece uma nova chance etc. Mas no fundo deu pra ver que eles estavam tão arrependidos quanto o Phoenix. Eles muito provavelmente escolheram a alternativa secreta iii), de devolver uma parte do dinheiro pras autoridades mas deixar uma parte guardada pra pegar depois, quando ninguém tiver olhando.

    É claro que eles ainda têm dinheiro guardado em algum paraíso fiscal, nunca que eles entregaram tudo pro MPF. E todo mundo que assistiu às palestras que eles deram sabe disso, e é bem possível que eles sejam monitorados o resto da vida. O problema é que esse esquema é muito bem feito, esses doleiros mesmo só foram pegos por "acidente": a polícia uruguaia prendeu um terceiro por alguma coisa boba, nada a ver com lavagem de dinheiro (mais um paralelo com o filme do Scorsese), e só a partir da colaboração desse terceiro que chegaram nos doleiros.

    O procurador do MP foi bem transparente: não fosse a delação desse terceiro, os doleiros não iam ser pegos; e se eles não tivessem colaborado, ia ser muito difícil provar o que eles estavam fazendo. O esquema é muito bem feito, e está em constante evolução. A cada passo que os órgãos de controle dão pra fechar o cerco, esse pessoal já está outros cinco passos na frente. Esse modelo que eles apresentaram na palestra e foi reproduzido na reportagem era o estado da arte há 5-10 anos, hoje devem ter esquemas mais sofisticados (subs, superchats, apoia.se :bigode:).

    Logo, sim, é bem provável que eles ainda tenham dinheiro guardado. Difícil é eles serem pegos, mesmo todo mundo sabendo disso.
    Mucamo, Turin, FooFighters e 3 outros  isso

     Introspectivo
  •  27231 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Muito dinheiro + pouco ou nenhum risco da sua integridade física + legislação merdaleira

    Quem pararia ?
    UltraRS  isso

     Mucamo
  •  22053 posts
  •  

    Avatar do usuário

    darksanitario escreveu: Eu assisti a uma dessas palestras que eles deram aqui no trabalho.
    Muito legal isso, até engraçado.

    Eles disseram que no esquema eles chegaram a ter 50-60 empregados com carteira assinada ( :lolsuper: ), pra ficar movimentando dinheiro de um lugar pra outro. Era tipo Wolf of Wall Street mesmo, eles pagavam bem os funcionários, bancavam happy hour em restaurantes caros, davam ajuda financeira pra resolver problemas pessoais. Os funcionários tinham os doleiros como heróis.

    E "nenhum" dos empregados entendia direito o que a empresa fazia. Eles vestiam o funcionário com roupas caras, colocavam eles em hotéis luxuosos com uma mala pra entregar pra quem se identificasse corretamente (executivos de empreiteiras, representantes de políticos ou civis querendo movimentar dinheiro sem o estado enxer o saco), só isso. Aí ficavam 2-3 dias aproveitando os serviços do hotel (piscina, comida), porque se ficassem no hotel apenas um dia alguém poderia achar suspeito.

    Disseram na palestra que até hoje os funcionários os procuram pra pedir emprego e dinheiro, aí eles tem que explicar que era tudo ilegal, que eles estão presos, que o esquema acabou, e que eles não têm condição de conseguir nenhum trabalho pra ninguém. Eu fiquei imaginando uma carta de recomendação assinada pelos doleiros :lolsuper:
    Mucamo escreveu:Estão em prisão domiciliar. Inclusive um deles ate corre na rua ao lado da sua casa porque lá ele pode ir.
    Um deles teve que interromper a palestra pra recarregar a tornozeleira eletrônica :lolsuper:
    Turin escreveu:Mas uma coisa que fiquei pensando é como o crime compensa né?
    Esses caras ganharam uma dinheirama absurda, num nível surreal, viveram uma puta vida, tranquila.
    Mesmo sendo pegos, vão ficar uns 2 ou 3 anos no máximo dos máximos preso (não sei se tao presos ainda ou não).
    Devolveram uma parte da grana mas obviamente ainda têm uma reserva absurda. Até banco eles tinham porra :lolsuper:

    Agora até aula dão pra polícia :lolsuper:
    Bela aposentadoria de malandro
    Sim. A vida deles agora é viajar o Brasil dando aula pra órgãos de controle e agentes do sistema financeiro. Quando terminar a cota de horas/aula acordadas com o MPF, eles vão achar um nicho pra dar consultoria ou capacitação.

    Disseram na palestra que quando o MPF lhes ofereceu o acordo, eles tinham centenas de milhares de USDs escondidos, que nenhum órgão de controle nunca ia achar esse dinheiro. Eles tinham duas opções: i) ficar com todo o dinheiro, passar 15-20 anos presos (o que não é tanto no Brasil, em uns 8 anos já deviam passar pro regime semi-aberto ou aberto), mas sair da cadeia ricos e com a vida garantida, mas continuar com a ficha suja por conta do dinheiro parado; ii) entregar todo o dinheiro pras autoridades, passar pouco tempo no semi-aberto ou aberto, ensinar pras autoridades como o esquema funcionou, e sair disso tudo com a ficha limpa.

    Foi dito que optaram pelo ii) pra poder passar tempo com a família ("Doleiro também tem família!"), que eles tinham filhos pequenos, queriam ver os filhos crescerem, todo mundo merece uma nova chance etc. Mas no fundo deu pra ver que eles estavam tão arrependidos quanto o Phoenix. Eles muito provavelmente escolheram a alternativa secreta iii), de devolver uma parte do dinheiro pras autoridades mas deixar uma parte guardada pra pegar depois, quando ninguém tiver olhando.

    É claro que eles ainda têm dinheiro guardado em algum paraíso fiscal, nunca que eles entregaram tudo pro MPF. E todo mundo que assistiu às palestras que eles deram sabe disso, e é bem possível que eles sejam monitorados o resto da vida. O problema é que esse esquema é muito bem feito, esses doleiros mesmo só foram pegos por "acidente": a polícia uruguaia prendeu um terceiro por alguma coisa boba, nada a ver com lavagem de dinheiro (mais um paralelo com o filme do Scorsese), e só a partir da colaboração desse terceiro que chegaram nos doleiros.

    O procurador do MP foi bem transparente: não fosse a delação desse terceiro, os doleiros não iam ser pegos; e se eles não tivessem colaborado, ia ser muito difícil provar o que eles estavam fazendo. O esquema é muito bem feito, e está em constante evolução. A cada passo que os órgãos de controle dão pra fechar o cerco, esse pessoal já está outros cinco passos na frente. Esse modelo que eles apresentaram na palestra e foi reproduzido na reportagem era o estado da arte há 5-10 anos, hoje devem ter esquemas mais sofisticados (subs, superchats, apoia.se :bigode:).

    Logo, sim, é bem provável que eles ainda tenham dinheiro guardado. Difícil é eles serem pegos, mesmo todo mundo sabendo disso.
    Sonho da poxa. Imagina trabalhar assim. Ficar 3 dias num hotel contido pago. Depois entregar uma e xau.

    Sonho.

     X-MAN
  •  18405 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Pior que agora que destruíram a lava jato nunca mais se prende caras desse nível

     Paum cum Çalãmi
  •  12313 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Brasil poderia dar um default na dívida que nem a Rússia para abaixar o indicador também.

     Paum cum Çalãmi
  •  12313 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Apenas uma lista de palpites para o Nobel de Economia na semana que vem:

    Daron Acemoglu pelas evidências empíricas que suportam a tese institucionalista em Economia do Desenvolvimento (ganha com certeza o Nobel, é só não morrer antes, mas as chances devem ser baixas para este ano, já que Economia do Desenvolvimento levou no ano passado)

    Stephen Berry pelo método de estimação de demanda a partir de bases agregadas (outro que ganha com certeza o Nobel, é só não morrer antes)

    Joshua Angrist e David Card por métodos empíricos que são referências para a Economia aplicada hoje (aqui são dois nomes incertos, eles não inventaram os métodos, apenas popularizaram, o grande trabalho empírico do Card é a evidência de que aumento no salário mínimo não aumenta o desemprego e o Angrist pelo artigo que estima o impacto de servir ao exército na Guerra do Vietnã)

    Li por aí que a Claudia Goldin é potencial Nobel , mas não conheço o trabalho dela, parece ser uma das referências em desigualdade de gênero na Economia do Trabalho.

     Paum cum Çalãmi
  •  12313 posts
  •  

    Avatar do usuário



    Robert Wilson: "You have won the Nobel Prize"
    Paul Wilson: "yeah, wow"

     v00d00
  •  2099 posts
  •  

    https://br.noticias.yahoo.com/argentino ... 39838.html

    Argentinos ricos fogem de impostos e migram para Uruguai

    Há três meses, Catalina Jack, economista argentina de 37 anos com dois mestrados, embarcou em uma balsa rápida em Buenos Aires rumo ao Uruguai. Ela conseguiu um emprego em uma empresa de software e agora olha o mundo de uma casa que alugou perto do balneário de Punta del Este.

    Seu irmão e sua família haviam se estabelecido nas proximidades algumas semanas antes. Duas dúzias de amigos já mudaram ou estão mudando.

    “Eu preferia continuar trabalhando na Argentina”, disse. “Hoje, acho que não tem lugar para mim lá. Não tenho dúvidas de que as pessoas que saem são as que pagam mais impostos, as mais produtivas e as mais qualificadas.”

    Depois que Luis Lacalle Pou foi eleito presidente do Uruguai em novembro passado, o primeiro líder que não é de esquerda em 15 anos, anunciou planos para atrair imigrantes qualificados e investimentos para energizar o país com 3,5 milhões de habitantes.

    O que ele não sabia era quão profundamente a Covid-19 e a crise econômica afetariam a Argentina ou como o excepcional sistema de saúde pública do Uruguai colocaria o país entre as nações com melhores resultados no combate à pandemia. O número de mortos no país é de apenas dezenas.

    O resultado é um fluxo de cérebros e riqueza da vizinha Argentina. Carlos Enciso, embaixador do Uruguai, disse à Rádio Montecarlo que 100 argentinos por semana têm se candidatado no consulado de Buenos Aires para residência no Uruguai.

    A responsável pela autoridade tributária argentina, Mercedes Marco del Pont, disse à agência de notícias Telam que, em 2020, quase metade dos 504 argentinos que estabeleceram residência fiscal no exterior – uma tendência liderada ricos – escolheram o Uruguai.

     Introspectivo
  •  27231 posts
  •  

    Avatar do usuário

    FooFighters escreveu: Uma aula sobre lavagem de dinheiro com Tony e Juca Bala

    Texto longo, mas vale a pena.

    Basicamente, eles explicam em detalhes como faziam os esquemas.

    É uma puta rede de gente envolvida, doleiros, empresários, artistas, lotéricas, supermercados, transportadoras de dinheiro, laranjas, gerentes de banco e etc.

    https://piaui.folha.uol.com.br/materia/ ... juca-bala/
    Desde o dia desse post eu estava com essa reportagem aberta em uma aba e não tinha lido.

    Li hj e pqp. Que reportagem foda.

    Só ela já dá um filme/série. Tem de tudo, políticos, empresários, crime, judeus, centro de compras populares, supermercados, obras de arte, traição...

    Não sei o que é mais foda, ser os caras que ficaram ficaram milionários e se tornaram os doleiros dos outros doleiros ou ser do MPF que derrubou o esquema.


    E esse trecho me chamou atenção:
    Durante o tempo que ficaram no presídio, os doleiros viram um preso se suicidar por enforcamento e outro ser morto a facadas. Seus vizinhos eram narcotraficantes, homicidas, estupradores. As visitas familiares eram o único alívio que tinham – Juca Bala recebia a mulher; Tony, divorciado, seu único filho.
    O cara é milionário e não recebia nem uma visitinha íntima no xadrez.

    Esses raros momentos onde até às pessoas poderosas se vêem fodidas são especiais demais. Canto do cisne.

     Introspectivo
  •  27231 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Turin escreveu: Mas uma coisa que fiquei pensando é como o crime compensa né?
    Esses caras ganharam uma dinheirama absurda, num nível surreal, viveram uma puta vida, tranquila.
    Mesmo sendo pegos, vão ficar uns 2 ou 3 anos no máximo dos máximos preso (não sei se tao presos ainda ou não).
    Devolveram uma parte da grana mas obviamente ainda têm uma reserva absurda. Até banco eles tinham porra :lolsuper:

    Agora até aula dão pra polícia :lolsuper:
    Bela aposentadoria de malandro
    Na reportagem se não me engano fala que eles foram presos em 03/17 em 18 já estavam em prisão domiciliar e em maio de 2019 iam para o aberto e planejavam voltar para o Uruguai :lolsuper:

    Só voltando para o Brasil para dar palestras :lolsuper: :lolsuper: :lolsuper:


    Os caras são uma mistura de Prenda Me se For Capaz com Lobo de Wall Street.

    Ainda vão ganhar dinheiro dando palestra para bancos :lolsuper:

     Introspectivo
  •  27231 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Mucamo escreveu:
    darksanitario escreveu: Eu assisti a uma dessas palestras que eles deram aqui no trabalho.
    Muito legal isso, até engraçado.

    Eles disseram que no esquema eles chegaram a ter 50-60 empregados com carteira assinada ( :lolsuper: ), pra ficar movimentando dinheiro de um lugar pra outro. Era tipo Wolf of Wall Street mesmo, eles pagavam bem os funcionários, bancavam happy hour em restaurantes caros, davam ajuda financeira pra resolver problemas pessoais. Os funcionários tinham os doleiros como heróis.

    E "nenhum" dos empregados entendia direito o que a empresa fazia. Eles vestiam o funcionário com roupas caras, colocavam eles em hotéis luxuosos com uma mala pra entregar pra quem se identificasse corretamente (executivos de empreiteiras, representantes de políticos ou civis querendo movimentar dinheiro sem o estado enxer o saco), só isso. Aí ficavam 2-3 dias aproveitando os serviços do hotel (piscina, comida), porque se ficassem no hotel apenas um dia alguém poderia achar suspeito.

    Disseram na palestra que até hoje os funcionários os procuram pra pedir emprego e dinheiro, aí eles tem que explicar que era tudo ilegal, que eles estão presos, que o esquema acabou, e que eles não têm condição de conseguir nenhum trabalho pra ninguém. Eu fiquei imaginando uma carta de recomendação assinada pelos doleiros :lolsuper:
    Mucamo escreveu:Estão em prisão domiciliar. Inclusive um deles ate corre na rua ao lado da sua casa porque lá ele pode ir.
    Um deles teve que interromper a palestra pra recarregar a tornozeleira eletrônica :lolsuper:
    Turin escreveu:Mas uma coisa que fiquei pensando é como o crime compensa né?
    Esses caras ganharam uma dinheirama absurda, num nível surreal, viveram uma puta vida, tranquila.
    Mesmo sendo pegos, vão ficar uns 2 ou 3 anos no máximo dos máximos preso (não sei se tao presos ainda ou não).
    Devolveram uma parte da grana mas obviamente ainda têm uma reserva absurda. Até banco eles tinham porra :lolsuper:

    Agora até aula dão pra polícia :lolsuper:
    Bela aposentadoria de malandro
    Sim. A vida deles agora é viajar o Brasil dando aula pra órgãos de controle e agentes do sistema financeiro. Quando terminar a cota de horas/aula acordadas com o MPF, eles vão achar um nicho pra dar consultoria ou capacitação.

    Disseram na palestra que quando o MPF lhes ofereceu o acordo, eles tinham centenas de milhares de USDs escondidos, que nenhum órgão de controle nunca ia achar esse dinheiro. Eles tinham duas opções: i) ficar com todo o dinheiro, passar 15-20 anos presos (o que não é tanto no Brasil, em uns 8 anos já deviam passar pro regime semi-aberto ou aberto), mas sair da cadeia ricos e com a vida garantida, mas continuar com a ficha suja por conta do dinheiro parado; ii) entregar todo o dinheiro pras autoridades, passar pouco tempo no semi-aberto ou aberto, ensinar pras autoridades como o esquema funcionou, e sair disso tudo com a ficha limpa.

    Foi dito que optaram pelo ii) pra poder passar tempo com a família ("Doleiro também tem família!"), que eles tinham filhos pequenos, queriam ver os filhos crescerem, todo mundo merece uma nova chance etc. Mas no fundo deu pra ver que eles estavam tão arrependidos quanto o Phoenix. Eles muito provavelmente escolheram a alternativa secreta iii), de devolver uma parte do dinheiro pras autoridades mas deixar uma parte guardada pra pegar depois, quando ninguém tiver olhando.

    É claro que eles ainda têm dinheiro guardado em algum paraíso fiscal, nunca que eles entregaram tudo pro MPF. E todo mundo que assistiu às palestras que eles deram sabe disso, e é bem possível que eles sejam monitorados o resto da vida. O problema é que esse esquema é muito bem feito, esses doleiros mesmo só foram pegos por "acidente": a polícia uruguaia prendeu um terceiro por alguma coisa boba, nada a ver com lavagem de dinheiro (mais um paralelo com o filme do Scorsese), e só a partir da colaboração desse terceiro que chegaram nos doleiros.

    O procurador do MP foi bem transparente: não fosse a delação desse terceiro, os doleiros não iam ser pegos; e se eles não tivessem colaborado, ia ser muito difícil provar o que eles estavam fazendo. O esquema é muito bem feito, e está em constante evolução. A cada passo que os órgãos de controle dão pra fechar o cerco, esse pessoal já está outros cinco passos na frente. Esse modelo que eles apresentaram na palestra e foi reproduzido na reportagem era o estado da arte há 5-10 anos, hoje devem ter esquemas mais sofisticados (subs, superchats, apoia.se :bigode:).

    Logo, sim, é bem provável que eles ainda tenham dinheiro guardado. Difícil é eles serem pegos, mesmo todo mundo sabendo disso.
    Sonho da poxa. Imagina trabalhar assim. Ficar 3 dias num hotel contido pago. Depois entregar uma e xau.

    Sonho.

    Imagina a tristeza do funça ao ligar para o ex patrão pedindo trampo e descobrir que era tudo esquema e que nunca mais vai ter uma mamatinha daquela :chorar:

    Eu me matava
    Mucamo  isso

     Introspectivo
  •  27231 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Brisei nessa reportagem.

    Foi tipo assistir uma versão melhorada de O Mecanismo sem o autismo do Selton Mello e draminha da loirinha talarica.

     FooFighters
  •  5640 posts
  •  

    Eu fiquei empolgado com esse artigo tb.

    Depois comecei me interessar ainda mais sobre lavagem de dinheiro.

    Até cheguei a dar uma olhada em 2 livros sobre o assunto. mas não li:

    The Laundrymen - Inside Money Laundering, The World's Third Largest Business
    https://amzn.to/3m7YxWU

    Handbook of Anti-Money Laundering
    https://amzn.to/34jq0ib
    • 1
    • 279
    • 280
    • 281
    • 282
    • 283

    MENSAGENS RECENTES

    https://www.youtube.com/watch?v=ta3QSZnxtm4

    Braveheart :bigode:

    Confirmado. https://twitter.com/F1/status/1319192[…]



    O melhor conteúdo: seguro, estável e de fácil manutenção, desde 2012