O seu lugar para falar asneiras e discutir assuntos variados
  • 1
  • 293
  • 294
  • 295
  • 296
  • 297
  • 379

 FooFighters
  •  5087 posts
  •  

    Maltez escreveu: Pra um estudo como esse tinha que levar diversos fatores em consideração:

    1- taxa de mortalidade, obviamente, que é impossível estipular com precisão agora

    2- infraestrutura hospitalar

    3- infraestrutura logística

    4- poder econômico

    5- demografia

    6- fatores naturais (clima, por exemplo)

    7- fatores culturais

    8- medidas que foram tomadas

    9- medidas que irão funcionar

    E mais um monte de outros fatores significativos. É IMPOSSÍVEL estimar uma quantidade de mortes. Esse estudo ai é completamente balela. E extrapolar pro brasil foi mais ridiculo ainda.

    Entao, sim, assumir que haveria 1 milhao de mortos coisa e tal foi pura especulação pra aparecer.

    Não se sabe nem a porcentagem da população que já pegou e se curou ou que tem e não sente nada. Qualquer pessoa vindo com números de mortos é automaticamente desonesta para mim.
    O cara fez praticamente o que você falou amigo, basta ver o estudo :lol: :lol: :lol:

    https://www.imperial.ac.uk/media/imperi ... 3-2020.pdf

    Um modelo sempre vai ser uma aproximação da realidade, nunca vai ser a realidade.

    E ele serve justamente pra isso, ele não precisa estar precisamente correto (pois é uma aproximação), basta que a aproximação seja melhor do que um chute.

    E a própria crítica do modelo, faz com que novos modelos mais precisos apareceram.

     1+2=7
  •  27905 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Os usuários do fórum ainda não sabem a diferença de progressão linear para exponencial e ainda ficam rindo dos "poucos" casos no Brasil.

    É mau caratismo ou burrice, pois isso é MUITO pior que acreditar em terra plana.
    Carnicero, Alric, Bliss e 1 outros  isso

     Bender mlk top
  •  43532 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Mais um show de pronunciamento

    Enviado de meu Moto G (5S) usando o Tapatalk

     Maltez
  •  15234 posts
  •  

    Avatar do usuário

    FooFighters escreveu:
    Maltez escreveu: Pra um estudo como esse tinha que levar diversos fatores em consideração:

    1- taxa de mortalidade, obviamente, que é impossível estipular com precisão agora

    2- infraestrutura hospitalar

    3- infraestrutura logística

    4- poder econômico

    5- demografia

    6- fatores naturais (clima, por exemplo)

    7- fatores culturais

    8- medidas que foram tomadas

    9- medidas que irão funcionar

    E mais um monte de outros fatores significativos. É IMPOSSÍVEL estimar uma quantidade de mortes. Esse estudo ai é completamente balela. E extrapolar pro brasil foi mais ridiculo ainda.

    Entao, sim, assumir que haveria 1 milhao de mortos coisa e tal foi pura especulação pra aparecer.

    Não se sabe nem a porcentagem da população que já pegou e se curou ou que tem e não sente nada. Qualquer pessoa vindo com números de mortos é automaticamente desonesta para mim.
    O cara fez praticamente o que você falou amigo, basta ver o estudo :lol: :lol: :lol:

    https://www.imperial.ac.uk/media/imperi ... 3-2020.pdf

    Um modelo sempre vai ser uma aproximação da realidade, nunca vai ser a realidade.

    E ele serve justamente pra isso, ele não precisa estar precisamente correto (pois é uma aproximação), basta que a aproximação seja melhor do que um chute.

    E a própria crítica do modelo, faz com que novos modelos mais precisos apareceram.
    Ele usou dados demográficos e hospitalares, apenas. E de modo bem generalizado. Não há nenhuma indicação que todos os países irão seguir o mesmo padrão, pelo contrário. Há diversos outros fatores que contribuem para a resposta do modelo. Pegar duas variáveis e extrapolar para tudo e todos não vai fornecer dados concretos.

    Até porque estamos falando de números de mortes apenas de covid ou pelas complicações que um sobrecarregamento ocasionaria nos sistemas de saude, provocando mortes que nao tem nada a ver com o covid?

    De qualquer forma esse estudo seria furado: nao tem como estimar a taxa de mortalidade desse virus e os fatores que levariam as mortes que nao tem nada a ver com o virus seriam muito mais complexas de se estimar do que apenas pegando dados demograficos e hospitalares.

     Turin
  •  17833 posts
  •  

    Avatar do usuário

    1+2=7 escreveu: Os usuários do fórum ainda não sabem a diferença de progressão linear para exponencial e ainda ficam rindo dos "poucos" casos no Brasil.

    É mau caratismo ou burrice, pois isso é MUITO pior que acreditar em terra plana.
    Imagem

    A progressão está sendo exponencial no Brasil?
    Com base nesses dados oficiais, nada confiáveis, óbvio...

     FooFighters
  •  5087 posts
  •  

    Maltez escreveu:
    FooFighters escreveu:
    Maltez escreveu: Pra um estudo como esse tinha que levar diversos fatores em consideração:

    1- taxa de mortalidade, obviamente, que é impossível estipular com precisão agora

    2- infraestrutura hospitalar

    3- infraestrutura logística

    4- poder econômico

    5- demografia

    6- fatores naturais (clima, por exemplo)

    7- fatores culturais

    8- medidas que foram tomadas

    9- medidas que irão funcionar

    E mais um monte de outros fatores significativos. É IMPOSSÍVEL estimar uma quantidade de mortes. Esse estudo ai é completamente balela. E extrapolar pro brasil foi mais ridiculo ainda.

    Entao, sim, assumir que haveria 1 milhao de mortos coisa e tal foi pura especulação pra aparecer.

    Não se sabe nem a porcentagem da população que já pegou e se curou ou que tem e não sente nada. Qualquer pessoa vindo com números de mortos é automaticamente desonesta para mim.
    O cara fez praticamente o que você falou amigo, basta ver o estudo :lol: :lol: :lol:

    https://www.imperial.ac.uk/media/imperi ... 3-2020.pdf

    Um modelo sempre vai ser uma aproximação da realidade, nunca vai ser a realidade.

    E ele serve justamente pra isso, ele não precisa estar precisamente correto (pois é uma aproximação), basta que a aproximação seja melhor do que um chute.

    E a própria crítica do modelo, faz com que novos modelos mais precisos apareceram.
    Ele usou dados demográficos e hospitalares, apenas. E de modo bem generalizado. Não há nenhuma indicação que todos os países irão seguir o mesmo padrão, pelo contrário. Há diversos outros fatores que contribuem para a resposta do modelo. Pegar duas variáveis e extrapolar para tudo e todos não vai fornecer dados concretos.

    Até porque estamos falando de números de mortes apenas de covid ou pelas complicações que um sobrecarregamento ocasionaria nos sistemas de saude, provocando mortes que nao tem nada a ver com o covid?

    De qualquer forma esse estudo seria furado: nao tem como estimar a taxa de mortalidade desse virus e os fatores que levariam as mortes que nao tem nada a ver com o virus seriam muito mais complexas de se estimar do que apenas pegando dados demograficos e hospitalares.
    Cara, você não entendeu.

    Suas críticas são plausíveis, heterogeneidade entre os países, falta de variáveis que talvez seriam importantes no modelo e etc.

    A questão é que ainda assim, é um modelo que tenta se aproximar da realidade e é muito melhor do que um mero chute.

    Acredito que o próprio autor sabe que o modelo não é perfeito e tem diversas limitações, a questão é que ainda assim, é uma estimativa baseada em dados e que se utiliza de modelos com eficácia na literatura (modelos SIR).

    Portanto, ele é útil.

    Quem já trabalhou com estatística, modelagem e etc, provavelmente já ouviu falar uma frase famosa de um cara chamado George Box, que fala o seguinte:
    "All models are wrong, but some are useful".

    Então, a idéia é essa, o algoritmo de recomendação da Netflix não acerta o tempo todo o que você quer assistir, mas no geral, ele é melhor do que eles te enviassem uma recomendação aleatória.
    songohan2  isso

     Bliss
  •  27803 posts
  •  

    Avatar do usuário

    1+2=7 escreveu: Os usuários do fórum ainda não sabem a diferença de progressão linear para exponencial e ainda ficam rindo dos "poucos" casos no Brasil.

    É mau caratismo ou burrice, pois isso é MUITO pior que acreditar em terra plana.
    Que bom que você voltou para punir os minions lunáticos apedeutas :emocao:

     Maltez
  •  15234 posts
  •  

    Avatar do usuário

    @FooFighters

    uma coisa é um modelo que basicamente não vai acarretar em nenhuma consequência grave

    Outra coisa são modelos que o output tem a capacidade de influenciar em medidas extremamente importantes com alta taxa de importância e gravidade. Seja tomadas de decisão por poderes público, seja tomadas de decisão por um indivíduo que interpreta as conclusões do modelo.

    Um estudo que possui inputs ruins terão outputs igualmente ruins. Isso é, basicamente, um chute, as vezes pior que um chute.

    A mensagem qualitativa do estudo é útil? Sim. Mas é algo que todo mundo já está careca de saber: quanto mais medidas protetivas contra o vírus for feita, menor será o número de mortes causadas pelo vírus.

    Entretanto, o problema todo desse estudo é a parte quantitativa. Como eu já disse: outputs horríveis por conta de inputs horríveis e falta de variáveis. E é justamente essa parte quantitativa que serve pra moldar a interpretação de quem lê, dando impacto ao leitot, levando à tomada de medidas que podem ser, muitas vezes, equivocadas.
    Editado pela última vez por Maltez em 26/03/2020, 18:33, em um total de 1 vez.

     Abedi Pelé
  •  3879 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Gus escreveu:

    40m de vídeo mas recomendo cada segundo para entender onde estamos e o que vai acontecer daqui em diante.

    Não sobre o vírus mas sobre a economia global.

    @Botafogo
    Excelente video, até sobre economia básica.

     .Kiko.
  •  34446 posts
  •  

    Avatar do usuário

    “Teremos três epidemias simultâneas”
    Brasil 26.03.20 17:50
    Por Renan Ramalho



    Na apresentação dos dados de hoje do novo coronavírus, o secretário de Vigilância da Saúde, Wanderson de Oliveira, disse que o desafio do próximo mês será lidar com três epidemias simultâneas.

    “Teremos três epidemias simultâneas, o coronavírus, que é uma novidade; teremos influenza, que é uma rotina, todo ano acontece; e teremos também o pico de dengue”, descreveu.

    “Aproveitem que estão em casa, limpem o quintal, eliminem o foco de dengue e vacinem-se.”

    Corona + Influenza + Dengue. :fuuu:

     ruud
  •  6337 posts
  •  

    Avatar do usuário

    O corona perdeu o round e foi pedir reforço?

     LEONARDO SCCP
  •  47448 posts
  •  

    Avatar do usuário

    .Kiko. escreveu:
    “Teremos três epidemias simultâneas”
    Brasil 26.03.20 17:50
    Por Renan Ramalho



    Na apresentação dos dados de hoje do novo coronavírus, o secretário de Vigilância da Saúde, Wanderson de Oliveira, disse que o desafio do próximo mês será lidar com três epidemias simultâneas.

    “Teremos três epidemias simultâneas, o coronavírus, que é uma novidade; teremos influenza, que é uma rotina, todo ano acontece; e teremos também o pico de dengue”, descreveu.

    “Aproveitem que estão em casa, limpem o quintal, eliminem o foco de dengue e vacinem-se.”

    Corona + Influenza + Dengue. :fuuu:
    Ja pode tocar a marcha fúnebre no fantástico

     .Kiko.
  •  34446 posts
  •  

    Avatar do usuário

     Dantas
  •  13740 posts
  •  

    Avatar do usuário

    .Kiko. escreveu:
    TV Chinesa ja abriu o olho e já chama Virus Americano :piscadela:
    • 1
    • 293
    • 294
    • 295
    • 296
    • 297
    • 379

    MENSAGENS RECENTES

    krl quase 7k casos oficiais ultima vez q olhei ta[…]

    https://pbs.twimg.com/media/EUi1SysWkAAqoos.jpg

    Meu deus do céu. Acaba esse mundo, e limpa […]



    O melhor conteúdo: seguro, estável e de fácil manutenção, desde 2012