O seu lugar para falar asneiras e discutir assuntos variados

 JrDuran Amigo
  •  2128 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Uma mulher de 26 anos foi presa em flagrante, na quinta-feira (29), suspeita de matar o filho de 7 anos e jogar o corpo em um rio em Imbé, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Yasmin Vaz dos Santos Rodrigues teria dado remédios para a criança. De acordo com a polícia, o menino vivia sob intensa tortura física e psicológica.

    Na tarde desta sexta (30), a prisão foi convertida em preventiva e ela foi encaminhada ao Presídio de Torres. Segundo o delegado responsável pelo caso, Antonio Carlos Ractz, em depoimento à polícia, a mulher confessou o crime.

    "Colhendo os depoimentos nós já pudemos apurar, inclusive contando com a confissão dela com a presença de advogado, que a criança vivia sob tortura, física e psicológica", diz.

    O advogado de defesa da mulher e da companheira dela, Bruno Vasconcellos, informou que só vai se manifestar nos autos do processo.

    De acordo com a Brigada Militar e a Polícia Civil, Yasmin teria ido até a Delegacia de Polícia de Tramandaí na noite de quinta-feira (29) para registrar que o filho estava desaparecido há dois dias, em Imbé.

    "Ao anoitecer de ontem [quinta], a mãe dessa criança, com a sua companheira, procurou a DPPA de Tramandaí, afim de registrar uma ocorrência policial de desaparecimento de seu filho. Alegou que o filho havia desaparecido há dois dias e que ainda não havia procurado a polícia porque pesquisou no Google e viu que teria que aguardar 48h. E começou a apresentar uma série de contradições, o que levou desconfiança da BM e PC", diz o delegado.

    Após o registro foram feitas buscas na casa da suspeita. No local, a polícia encontrou uma mala que teria sido usada para transportar o corpo do menino até o local onde ele foi jogado, no Rio Tramandaí, no limite entre Tramandaí e Imbé.

    Segundo Ractz, a mulher informou que na noite do crime, quarta-feira (28), administrou medicamentos para a criança, e não tendo convicção de que estava morta, decidiu ocultar o corpo.

    "Para fugir, com medo da polícia, saiu de casa, pegando ruas de dentro, não as avenidas principais, levou a criança dentro de uma mala na beira do rio, e jogou o corpo. Repito, ela não tem convicção de que o filho estava morto", afirma o delegado.


    Um vídeo divulgado pela Polícia Civil do Rio Grande do Sul e publicado pelo Portal G1 mostra uma mulher ameaçando Miguel dos Santos Rodrigues, menino de 7 anos que foi morto pela própria mãe, Yasmin Vaz dos Santos Rodrigues, de 26 anos, na cidade de Imbé (RS), no último dia 28 de julho. A mulher que realiza as ameaças, de acordo com informações do G1, é companheira de Yasmin.
    "Eu vou te cuidar. Se a tua mãe chegar e tu te mijar eu te desmonto a pau. Eu te desmonto, eu te desmonto, eu te desmonto e tu vai sair todo quebrado, se tu se mijar eu pego o teu mijo e esfrego na tua cara. Tu tá entendendo? E vai ser bem tranquilo pra mim", disse a mulher à criança, que estava dentro

    Menino morto pela mãe era obrigado a escrever frases ofensivas: 'Eu sou idiota'

    O menino Miguel dos Santos Rodrigues, de 7 anos, era obrigado a escrever frases ofensivas em um caderno. A mãe da criança, Yasmin Rodrigues, de 26 anos, está presa após confessar ter matado a criança.

    Imagem

    O caderno foi apreendido pela Polícia Civil na noite desta terça-feira (3). Nele havia frases como "eu sou um idiota", "não mereço a mamãe que eu tenho", "eu sou ladrão, "eu sou ruim" e "eu sou um filho horrível".

    De acordo com o G1, o objeto foi apreendido em um dos apartamentos onde Miguel morou com a mãe, no Balneário de Santa Terezinha e outro no centro de Imbé, no Rio Grande do Sul. Além do caderno, a polícia também localizou uma corrente, que seria utilizada para manter a criança presa.

    Conversas divulgadas pela polícia mostram a mãe e a madrasta de Miguel, Bruna Nathieli Porto da Rosa, conversando sobre a compra da corrente. Bruna também está presa.

    Segundo o relato feito à polícia, a mãe dopou a criança usando medicamentos, colocou o corpo dentro de uma mala e jogou no Rio Tramandaí, há uma semana.

    Na quinta-feira (29), foi à Polícia para relatar o suposto desaparecimento da criança. Ao apresentar contradições, foi questionada pela polícia e confessou o crime. Segundo a Polícia Civil, a criança sofria tortura física e psicológica


    Olha a cara do moleque, da pra ver que era sofrido

    Vai tomar no cu puta que pariu :chorar:

     queanorrivis
  •  1085 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Fui lendo passando e a foto me pegou :chorar:

    O que tem a ver com LGBT? quota a parte do texto.

     Guilherme
  •  20784 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Essas notícias acabam com o dia.

     ai caramba
  •  29597 posts
  •  

    Avatar do usuário

    queanorrivis escreveu: Fui lendo passando e a foto me pegou :chorar:

    O que tem a ver com LGBT? quota a parte do texto.
    Um vídeo divulgado pela Polícia Civil do Rio Grande do Sul e publicado pelo Portal G1 mostra uma mulher ameaçando Miguel dos Santos Rodrigues, menino de 7 anos que foi morto pela própria mãe, Yasmin Vaz dos Santos Rodrigues, de 26 anos, na cidade de Imbé (RS), no último dia 28 de julho. A mulher que realiza as ameaças, de acordo com informações do G1, é companheira de Yasmin.

    Sapatão filho da puta! Vai queimar no inferno vagabunda
    4718, omneto  isso

     Dantasv2
  •  4457 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Eu ia fazer piada homofobica,mas a porra da img do mlk n deixou ,parece um primo meu

    Doença do krl esse povo

     Caninha
  •  16472 posts
  •  

    Avatar do usuário

    :chorar:

    Sim
    O menino tem carinha de sofrido. E olha as merdas que a mãe fez ele escrever :facepalm:

    Bela letra do menino. Com 7 anos eu fazia uma garranchos
    Editado pela última vez por Caninha em 04/08/2021, 23:28, em um total de 1 vez.

     Sudit
  •  53964 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Na TV estes dias estavam falando disso, curioso que nada na UOL.

     4718
  •  9753 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Porra
    Olha esse caderno e a cara do muleque :chorar:

     Introspectivo
  •  29356 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Tem que matar.

    Joga no convívio e deixa as presas brincarem.

     camaleão
  •  7974 posts
  •  

    Avatar do usuário

    :chorar: :chorar:
    Olha esse caderno :demonio:
    Só de obrigar o guri escrever isso em cárcere privado, é caso para pena de morte

    Violência psicológica que dificilmente o menino se recuperaria.
    Pesado demais

     Explorador
  •  3393 posts
  •  

    Avatar do usuário

    tá tranquilo, dessa vez o "casal" não cortou o pau do moleque como na última.

     Explorador
  •  3393 posts
  •  

    Avatar do usuário

    vi a reportagem.

    ele pediu ajuda pra avó... e ia ser entregue pra ela mas 1 dia antes a mãe matou ele.

    até esse dia ela ficou torturando ele.

     Sudit
  •  53964 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Não sei onde vi comentarem que lesbicas tem a maior taxa de violencia doméstica.
    Parece que ai justificaram que não era por ser lesbicas que são violentas, mas sim pela estrutura familiar que tiveram e tal...
    Ai não sei se foi para passar pano ou para afirmar que lesbicas tem transtornos mentais por terem sofrido algum tipo de abuso em casa na infancia ou juventude.

    Na minha familia, a mãe dos meus primos meio aconteceu isso.
    Depois que meu primo nasceu ela começou a surtar, virou "lesbica", começou a assediar uma tia minha, chegando ao ponto de ter tentado invadir a casa dela no meio da madrugada.
    Meu tio se separou e levou os 3 filhos para cuidar sozinho. Mas ele acabou morrendo de cancer, e ai os filhos voltaram para a guarda da mãe louca... mas já eram adolescentes.

    Quando vejo esses casos de lesbicas matando os filhos, me vem essa imagem dessa ex mulher do meu tio. Acho que a grande diferença foi que meu tio pegou os filhos e foi embora, enquanto muitos pais ai deixam os filhos nas mãos da mãe lesbica com varios parafusos a menos.
    Chiketi  isso

     Caninha
  •  16472 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Hj as duas tentaram suicídio
    O diabo não quis e devolveu elas pra cá

    MENSAGENS RECENTES

    multiplayer é pra crianças e gor[…]

    Parece que vão liberar bandeiras TB :emoca[…]

    Esse carioca é muito chato pqp

    https://youtu.be/DuZA61Lz2CI?t=142 aos 2:22



    O melhor conteúdo: seguro, estável e de fácil manutenção, desde 2012