Discuta as notícias e acompanhe os campeonatos do bom e velho futebol

  • 1
  • 376
  • 377
  • 378
  • 379
  • 380

 Salieri
  •  26487 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Aceitava no lugar do Rony.

    Queria um japonês no time, inveja do Honda no fofo. Volta pro Palmeiras, Kazu!

     Farofas
  •  173312 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Salieri escreveu: Aceitava no lugar do Rony.

    Queria um japonês no time, inveja do Honda no fofo. Volta pro Palmeiras, Kazu!
    O Kazu chegou no Brasil numa época q sequer existia futebol profissional no Japão

    foi um legítimo desbravador

     Farofas
  •  173312 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Situação dos grupos:

    :seta: A

    Al Wahda já foi excluído e teve todos seus placares zerados

    Al Ahli SC tem 6 pts e Esteghlal e Al Shorta tem 5 cada um

    falta 1 rodada

    :seta: B

    Com Al Hilal tbm excluído, Pakhtakor e Shabab Al Ahli (o antigo Al Ahli) avançam as oitavas

    todos os jogos já foram disputados


    :seta: C

    Favorito Al Duhail já avançou
    Persepolis e Al Sharjah decidem a outra vaga amnhã

    :seta: D

    Al Nassr classificado
    Al Sadd do Mister Xavi e Sepahan se enfrentam pela outra vaga tbm amanhã

    :seta: E, F, G e H

    Seguem paralisados aguardando a volta dos clubes chineses
    Rod  isso

     Farofas
  •  173312 posts
  •  

    Avatar do usuário

    A torcida do Al Hilal ta puta nas redes, alegando q eles poderiam ter adiado o jogo como fizeram na outra chave

    federação argumenta que o clube assinou documento concordando com os termos
    Rod  isso

     Farofas
  •  173312 posts
  •  

    Avatar do usuário

    O Linha de Passe local já esta repercutindo a treta

    Rod  isso

     Farofas
  •  173312 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Damião saiu na capa do jornal

    Imagem

     Farofas
  •  173312 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Erik comanda reação do Yokohama F-Marinos na J.League

    Imagem



    Campeão incontestável da J.League ano passado, o Yokohama F-Marinos começou a temporada 2020 com vários tropeços e viu o rival Kawasaki Frontale se distanciar na liderança. Mas o Tricolore tem se recuperado nas últimas rodadas, em grande parte por causa do rendimento de dois jogadores-chave da conquista de 2019 que voltaram a mostrar seu melhor futebol. Um deles é o MVP Teruhito Nakagawa, que ainda não entrou em modo goleador como no ano passado, mas deu duas assistências na vitória de virada por 3x1 sobre o Kashiwa Reysol hoje - o quarto triunfo consecutivo do Yokohama, que agora está em quinto lugar na J1, melhor colocação do time na temporada. O outro e principal diferencial dessa remontada do Marinos é Erik.

    O atacante brasileiro sofreu com lesões e um início de campanha inconsistente. Ele só marcou seu primeiro gol na J1 em agosto, na 12ª rodada. Neste mês, porém, ele voltou a jogar com força total. Marcou sete gols nos últimos cinco jogos (além de duas assistências), já é vice-artilheiro do time, com oito gols (só atrás de Marcos Júnior, por enquanto o melhor jogador do Marinos no ano, com 11 gols) e brilhou hoje contra o Reysol, ao marcar o primeiro gol e fazer a jogada do segundo.



    A esta altura do campeonato, alcançar o Frontale, que tem 20 pontos a mais e dois jogos a menos, não é uma meta realista, mas se o F-Marinos voltar a jogar no mesmo nível do fim do ano passado é bem possível que ainda consiga terminar entre os quatro primeiros e chegue em plena forma na Liga dos Campeões da Ásia quando os jogos do lado leste retornarem, em novembro. O torneio continental, esse sim, deve ser a meta principal do técnico Ange Postecoglou no ano.

    Vissel reage após troca de técnico

    Thorsten Fink já havia anunciado que pretendia deixar o comando do Vissel Kobe ao fim do ano, alegando que a distância da família era um dos motivos. Porém, ao fim da 17ª rodada, quando o clube completou sete jogos sem vencer, o alemão pediu demissão e o cargo ficou livre mais cedo que o esperado. Na rodada seguinte, nesta quarta-feira, com o assistente Marco Vives como interino, o Kobe derrotou o Sagan Tosu por 4x3. Ontem, na estreia do novo comandante, Atsuhiro Miura (ex-meio-campista de 46 anos que desde 2018 era diretor esportivo do Vissel, assumiu o cargo de técnico pela primeira vez na carreira), goleada por 4x0 sobre o Consadole Sapporo, com um show que Iniesta, que criou a jogada dos três primeiros gols (agora o espanhol lidera a liga em assistências, com sete), e de Kyogo Furuhashi, que marcou duas vezes e chegou a um total de dez gols no campeonato. O Sapporo teve um estreante, o goleiro Kojiro Nakano, de 21 anos e ainda estudante na Universidade Hosei, que se torna o jogador mais alto da liga com exatamente dois metros de altura.

    Yokohama FC, a pedra no sapato do Urawa Reds

    Uma das maiores zebras de todos os tempos da J.League aconteceu na última rodada em 2007, quando o líder Urawa Reds só precisava vencer o lanterna e já rebaixado Yokohama FC (que também tinha a pior campanha da história da liga) para ser campeão. Mas perdeu por 1x0 e o título caiu no colo do Kashima Antlers. 17 anos depois, Reds e Fulie se encontraram novamente. Nesta temporada, o Urawa venceu seu algoz no primeiro turno, mas neste sábado o Yokohama deu o troco, com direito a "lei do ex". Yusuke Matsuo, meia nascido em Saitama que passou seis anos na base do Urawa e não foi promovido para o time principal, brilhou com dois gols na vitória por 2x0 em pleno Saitama Stadium 2002. O brasileiro Leandro Domingues, titular pela primeira vez nesta J1, também foi bem, com um passe primoroso para o segundo gol.

    Por que 758 é um número especial para o Nagoya Grampus?

    Após a vitória do Nagoya Grampus sobre o Shimizu S-Pulse por 3x1, o clube publicou uma nota dando os parabéns ao zagueiro Yuichi Maruyama, que fez o terceiro gol na partida, por ter marcado o 758º gol da história do Nagoya Grampus em casa na J1. Mas, afinal, por que 758? Na verdade, é um trocadilho. Juntando possíveis leituras dos caracteres usados para escrever esse número em japonês, pode-se ler 7 (na) 5 (go) 8 (ya).




    Resultados da 19ª rodada da J1:

    26/09 - (4º) Nagoya Grampus 3x1 Shimizu S-Pulse (16º)
    Toyota Stadium (11.002)
    Hiroyuki Abe (2', 1x0), Naoki Maeda (25', 2x0), Yuichi Maruyama (74', 3x0), Carlinhos Júnior (88', 3x1)

    26/09 - (9º) Urawa Reds 0x2 Yokohama FC (13º)
    Saitama Stadium 2002 (6.401)
    Yusuke Matsuo (16'), Yusuke Matsuo (35')

    26/09 - (10º) Vissel Kobe 4x0 Hokkaido Consadole Sapporo (15º)
    Noevir Stadium (5.335)
    Kyogo Furuhashi (19'), Yuta Goke (45'), Kyogo Furuhashi (62'), Yutaro Oda (90')

    27/09 - (17º) Vegalta Sendai 2x3 Cerezo Osaka (2º)
    Yurtec Stadium (2.789)
    Bruno Mendes (44', 0x1), Takuma Nishimura (57', 1x1), Takuma Nishimura (67', 2x1), Matej Jonjic (82', 2x2), Hiroshi Kiyotake (90+1', 2x3)

    27/09 - (14º) Sagan Tosu 3x0 FC Tokyo (3º)
    Ekimae Real Estate Stadium (4.434)
    Kaisei Ishii (26'), Ryoya Morishita (59'), Yuto Uchida (74')

    27/09 - (6º) Kashima Antlers 0x2 Oita Trinita (12º)
    Kashima Soccer Stadium (6.982)
    Kazuki Kozuka (57'), Yuya Takazawa (80')

    27/09 - (11º) Sanfrecce Hiroshima 1x2 Gamba Osaka (7º)
    Edion Stadium (4.104)
    Shu Kurata (16', 0x1), Patric (20', 0x2), Leandro Pereira (70', 1x2)

    27/09 - (8º) Kashiwa Reysol 1x3 Yokohama F-Marinos (5º)
    Sankyo Frontier Kashiwa Stadium (2.715)
    Michael Olunga (40', 1x0), Erik (77', 1x1), Takuma Ominami (gol contra, 82', 1x2), Daizen Maeda (90+2', 1x3)

    27/09 - (18º) Shonan Bellmare 0x1 Kawasaki Frontale (1º)
    Shonan BMW Stadium Hiratsuka (4.189)
    Yu Kobayashi (18')

     Farofas
  •  173312 posts
  •  

    Avatar do usuário

    futebol de alto nível nessa manhã de sabadão

     Farofas
  •  173312 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Imagem



    Ainda faltam 14 rodadas para terminar a temporada 2020 da J.League, mas o campeonato caminha muito mais para "com quantas rodadas de antecedência o Kawasaki Frontale vai ser campeão?" do que "será que alguém ainda pode alcançar o Kawasaki Frontale na liderança?".

    O Cerezo Osaka tinha a esperança de diminuir um pouco a vantagem do Golfinho no confronto do líder contra o vice-líder nesta sábado no Yanmar Stadium Nagai. A Cerejeira teve uma atuação bem melhor do que no primeiro turno, quando foi goleada por 5x2 pelo Frontale, e conseguiu até fazer um jogo equilibrado e de alto nível. Ao fim do primeiro tempo, os dois times tinham 88% de passes certos. O Frontale não conseguia sufocar e criava menos chances de gol do que de costume. Apesar do infeliz gol contra do zagueiro Ayumu Seko no primeiro tempo, o "faz-tudo" Hiroaki Okuno empatou no início do segundo e o 1x1 no placar persistiu até os minutos finais. Só que o banco mais uma vez fez toda a diferença para o Kawasaki.

    Leandro Damião, Kaoru Mitoma, Reo Hatate, Ryota Oshima e Shintaro Kurumaya. Todos entraram no segundo tempo e mantiveram o Frontale atacando até o fim. Mais uma vez brilhou a estrela de Leandro Damião, que marcou no primeiro toque na bola, 34 segundos depois de entrar em campo, pegando rebote no chute de Hatate. Foi o décimo gol do brasileiro nesta J1. Um minuto depois, o lateral Miki Yamane roubou a bola dentro da área do Cerezo e passou para Mitoma definir os 3x1 no placar final.

    Com 62 gols marcados em 21 jogos, é um ataque melhor que o do próprio Frontale na campanha do último título da J.League, em 2018 (57 gols em 34 jogos). Outros ataques campeões já superados pelo Kawasaki de 2020: Kashima Antlers de 2016 (53 gols), Gamba Osaka de 2014 (59 gols), Sanfrecce Hiroshima de 2013 (51 gols), Nagoya Grampus de 2010 (54 gols) e Kashima Antlers de 2007, 2008 e 2009 (60, 56 e 51 gols, respectivamente). O melhor ataque de todos os tempos, porém, vai ser difícil de ser superado, porque o Júbilo Iwata de 1998 fez 107 gols em 34 jogos. A melhor campanha da história da J.League neste formato com 18 clubes é a do Sanfrecce Hiroshima de 2015, que fez 74 pontos (o Urawa Reds de 2016 também fez 74 pontos, mas por ironia do destino foi derrotado na final, naquele ano que a liga foi decidida por playoffs).

    A vantagem do Frontale após sua oitava vitória consecutiva é de 12 pontos para o FC Tokyo, que assumiu a segunda colocação, mas o time da capital tem dois jogos a mais. O Cerezo, que caiu para terceiro, tem 14 pontos a menos e o mesmo número de jogos que o Kawasaki. Até agora o Golfinho não dá sinais de desgaste ou de diminuir o ritmo. Se continuar assim, pode quebrar também o recorde de título conquistado com mais antecedência - em 2010, o Nagoya Grampus sagrou-se campeão na 31ª rodada (faltando três jogos).

    Kashima perde pela 1ª vez no Suitão

    O Panasonic Stadium Suita, casa do Gamba Osaka, tem sido quase uma "segunda casa" para o Kashima Antlers. Afinal, foi lá que o clube de Ibaraki viveu grandes momentos como no Mundial de Clubes e na final da Copa do Imperador em 2016. Além disso, o Kashima nunca tinha sido derrotado pelo próprio Gamba Osaka lá (eram duas vitórias e dois empates). Até agora. Apesar de ter dominado a maior parte do jogo neste sábado, o Antlers desperdiçou chances claras (especialmente quando Juan Alano saiu frente a frente com o goleiro Higashiguchi, eleito melhor em campo) e, mesmo com 27 finalizações (sete na direção do gol), não marcou nenhum gol. Mais eficiente, o Gamba aproveitou bem os contra-ataques e marcou duas vezes em 12 finalizações (quatro certas) e conquistou a quarta vitória seguida no campeonato.

    Estádio lotado em meio à pandemia?

    Quase isso. Olhando de longe, pode até parecer que o Nippatsu Mitsuzawa estava lotado, com todos os setores ocupados, mas o estádio secundário da cidade de Yokohama recebeu 50% da capacidade para o jogo entre Yokohama F-Marinos e Vissel Kobe hoje. Público de 7.279, capacidade de 15 mil.


    Imagem

    Final da ACL no mesmo dia da última rodada da J1

    Os clubes japoneses que participam da edição 2020 da Liga dos Campeões da Ásia (Yokohama F-Marinos, Vissel Kobe e FC Tokyo) remanejaram seus calendários para se adequar às novas datas da competição continental, que retorna no final de novembro e tem a final marcada para o dia 19 de dezembro. O problema é que nesse mesmo dia acontece a rodada final da J.League. E a liga não aceitou mudar a data de nenhum jogo dessa rodada, pois poderia "ferir a integridade da competição" se todas as partidas da 34ª rodada não acontecessem no mesmo dia e horário. Em outras palavras, se um time japonês chegar à final da ACL, vai ter que dividir o elenco em dois para entrar em campo pela J1 no mesmo dia.

    Jogos adiantados e atrasados do meio de semana:

    30/09 - Yokohama F-Marinos 1x1 Sagan Tosu (25ª rodada)
    Nippatsu Mitsuzawa (3.431)
    Ryoya Morishita (49', 0x1), Erik (84', 1x1)

    30/09 - Vissel Kobe 1x0 Nagoya Grampus (29ª rodada)
    Noevir Stadium (4.825)
    Andrés Iniesta (60')

    30/09 - Urawa Reds 0x1 FC Tokyo (29ª rodada)
    Saitama Stadium 2002 (5.623)
    Kensuke Nagai (37')

    Resultados da 20ª rodada da J1:

    03/10 - (15º) Hokkaido Consadole Sapporo 3x3 Vegalta Sendai (16º)
    Sapporo Dome (5.339)
    Anderson Lopes (25', 1x0), Alexandre Guedes (47', 1x1), Alexandre Guedes (50', 1x2), Yasuhiro Hiraoka (57', 1x3), Anderson Lopes (59', 2x3), Daiki Suga (61', 3x3)

    03/10 - (3º) Cerezo Osaka 1x3 Kawasaki Frontale (1º)
    Yanmar Stadium Nagai (11.842)
    Ayumu Seko (gol contra, 37', 0x1), Hiroaki Okuno (62', 1x1), Leandro Damião (83', 1x2), Kaoru Mitoma (84', 1x3)

    03/10 - (13º) Yokohama FC 0x3 Kashiwa Reysol (7º)
    Nippatsu Mitsuzawa (4.571)
    Michael Olunga (5'), Michael Olunga (76'), Hidekazu Otani (90+1')

    03/10 - (11º) Sanfrecce Hiroshima 3x0 Sagan Tosu (14º)
    Edion Stadium (3.765)
    Yuya Asano (21'), Shunki Higashi (45+1'), Toshihiro Aoyama (56')

    03/10 - (5º) Gamba Osaka 2x0 Kashima Antlers (8º)
    Panasonic Stadium Suita (9.313)
    Patric (66'), Kazuma Watanabe (90+3')

    03/10 - (12º) Oita Trinita 2x1 Shimizu S-Pulse (17º)
    Showa Denko Dome (6.885)
    Yuya Takazawa (16', 1x0), Júnior Dutra (26', 1x1), Tatsuya Tanaka (76', 2x1)

    04/10 - (18º) Shonan Bellmare 0x1 FC Tokyo (2º)
    Shonan BMW Stadium Hiratsuka (4.691)
    Adailton (78')

    04/10 - (6º) Yokohama F-Marinos 2x3 Vissel Kobe (9º)
    Nippatsu Mitsuzawa (7.279)
    Edigar Junio (3', 1x0), Douglas (8', 1x1), Andrés Iniesta (11', 1x2), Kyogo Furuhashi (56', 1x3), Ryuta Koike (90+3', 2x3)

    04/10 - (10º) Urawa Reds 0x1 Nagoya Grampus (4º)
    Saitama Stadium 2002 (9.357)
    Mu Kanazaki (54')

     Farofas
  •  173312 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Jesiel faz 2 e Kawasaki alcança 11ª vitória consecutiva na J.League

    Imagem



    O Gamba Osaka campeão da J.League em 2005 fez 60 pontos em 34 rodadas. O Kashima Antlers conquistou o título em 2008 com 63 pontos, mesmo número do Sanfrecce Hiroshima de 2013 e do Gamba Osaka de 2014. O Sanfrecce Hiroshima campeão de 2012 terminou com 64 pontos. Com dez jogos a menos que todos esses campeões, o Kawasaki Frontale de 2020 já tem 65 pontos.

    A máquina de quebrar recordes atropelou hoje mais um concorrente direto. Fez 3x0 no Nagoya Grampus, tornou-se o primeiro time na história da J.League a vencer 11 jogos consecutivos dentro de uma temporada (sem contar a época em que o campeonato tinha prorrogação e pênaltis), mantém 17 pontos de vantagem para o segundo colocado Cerezo Osaka e, com incríveis 90% de aproveitamento, deu mais um firme passo rumo ao tricampeonato.




    O jogo de hoje prometia dificuldades ao Golfinho. Afinal, o Nagoya Grampus causou a única derrota do Kawasaki Frontale nesta J.League, em agosto pela 12ª rodada (apesar de um lance em que a bola entrou, mas o juiz não validou o gol; ou seja, o Frontale poderia estar invicto até hoje não fosse pela ausência do VAR), além de ter atualmente a segunda defesa menos vazada da J1. E o primeiro tempo até foi equilibrado. O Frontale foi para o intervalo em vantagem, mas o gol só saiu nos minutos finais e em jogada de escanteio. Kaoru Mitoma, titular apenas pela quinta vez, marcou seu 11º gol no campeonato. Um lance de oportunismo, mas o meio-campista novato, vindo do futebol universitário, teve uma atuação espetacular durante os 87 minutos que ficou em campo - com esse futebol, já poderia até vestir a 10 da seleção japonesa.

    No segundo tempo, como de costume, o Kawasaki não diminuiu o ritmo e marcou mais duas vezes, de bola parada. As duas com assistência de Kengo Nakamura para Jesiel. O zagueiro ex-Atlético-MG, que ainda não tinha feito nenhum gol desde que chegou ao futebol japonês, tornou-se o 16º jogador do elenco do Frontale a fazer gol nesta J.League. E quase que ainda tiram um gol dele. A princípio, o primeiro que ele marcou apareceu como gol contra do zagueiro Nakatani, que desviou de cabeça para dentro da própria meta depois do toque de Jesiel, mas momentos depois o gol foi confirmado para o brasileiro. Como que para não deixar dúvidas, pouco depois ele mais uma vez testou para as redes do Nagoya e marcou seu segundo na partida, definindo o 3x0 no placar final. Agora os únicos considerados titulares do Kawasaki que ainda não balançaram as redes são o lateral Noborizato e o volante Morita, além do goleiro Jung Sung-ryong (desses três, só Morita ainda não registrou uma assistência).

    Imagem

    Cerezo goleia e vê cena rara: técnico Lotina sorrindo
    A torcida do Cerezo Osaka sabe muito bem o quanto é difícil arrancar um sorriso do técnico espanhol Miguel Ángel Lotina, que geralmente está de cara fechada mesmo quando o time vence. Porém, quando o substituto Yuta Toyokawa encobriu o goleiro do Yokohama F-Marinos e fez um golaço, o terceiro na incrível goleada por 4x1 sobre o atual campeão, o treinador imediatamente soltou um largo sorriso que foi flagrado pelas câmeras. Além do bonito lance, foi também a melhor atuação do Cerezo na temporada.



    Resultados da 23ª rodada da J1:

    17/10 - (2º) Cerezo Osaka 4x1 Yokohama F-Marinos (7º)
    Yanmar Stadium Nagai (6.870)
    Hiroaki Okuno (55', 1x0), Hiroaki Okuno (67', 2x0), Yuta Toyokawa (71', 3x0), Yuta Toyokawa (80', 4x0), Kota Mizunuma (90+1', 4x1)

    18/10 - (14º) Hokkaido Consadole Sapporo 1x0 Kashima Antlers (6º)
    Sapporo Dome (5.359)
    Yoshiaki Komai (41')

    18/10 - (13º) Yokohama FC 1x0 FC Tokyo (3º)
    Nippatsu Mitsuzawa (5.163)
    Yuki Kusano (88')

    18/10 - (16º) Shimizu S-Pulse 1x1 Sagan Tosu (15º)
    IAI Stadium Nihondaira (4.487)
    Valdo (72', 1x0), Daichi Hayashi (85')

    18/10 - (12º) Oita Trinita 0x1 Gamba Osaka (4º)
    Showa Denko Dome (8.570)
    Patric (72')

    18/10 - (18º) Shonan Bellmare 3x2 Kashiwa Reysol (8º)
    Shonan BMW Stadium Hiratsuka (5.006)
    Takuya Okamoto (4', 1x0), Michael Olunga (22', 1x1), Yuta Kamiya (53', 1x2), Temma Matsuda (78', 2x2), Naoki Ishihara (81', 3x2)

    18/10 - (9º) Urawa Reds 6x0 Vegalta Sendai (17º)
    Saitama Stadium 2002 (9.831)
    Kazuki Nagasawa (8'), Quenten Martinus (36'), Shinzo Koroki (39'), Shinzo Koroki (51'), Leonardo (67'), Leonardo (86')

    18/10 - (10º) Sanfrecce Hiroshima 2x1 Vissel Kobe (11º)
    Edion Stadium (8.005)
    Sho Sasaki (43', 1x0), Leandro Pereira (45+3', 2x0), Dankler (84', 2x1)

    18/10 - (1º) Kawasaki Frontale 3x0 Nagoya Grampus (5º)
    Todoroki Stadium (10.161)
    Kaoru Mitoma (44'), Jesiel (57'), Jesiel (65')
    • 1
    • 376
    • 377
    • 378
    • 379
    • 380

    MENSAGENS RECENTES

    Vanderlei Leo Gomes Kanemannn Geromel Habibs Mat[…]

    1- eles não são obrigados (e nem dev[…]

    Bitcoin

    Por curiosidade fui ver quanto estava valendo, mai[…]

    o series x coitado não aguentou o ray traci[…]



    O melhor conteúdo: seguro, estável e de fácil manutenção, desde 2012